Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Terceirizados » Negociação encerra greve de 12 dias de trabalhadores em Suape

André Clemente - Diario de Pernambuco

Publicação: 13/02/2014 18:01 Atualização: 13/02/2014 19:43

A rodada de negociação na tarde desta quinta-feira encerrou a paralisação de 12 dias dos trabalhadores da MPE Montagens e Projetos Especiais, empresa terceirizada da Refinaria Abreu e Lima, no Complexo Industrial Portuário de Suape. Os 360 funcionários protestavam o atraso no salário de janeiro, que ainda não foi pago. A empresa EBE/Alusa vai assumir o contrato, já que a MPE apresentou que não tem condições de assumir a despesa. O valor da folha não foi divulgado.

O pagamento pendente será feito no próximo dia 18 de fevereiro. A Alusa também assumirá a responsabilidade de pagar, no dia 20 de fevereiro, a Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e o adiantamento (quinzena) do mês de fevereiro. Não haverá descontos pelos dias paralisados.

A manifestação incluiu dois dias de mobilizações na entrada do complexo, provocando congestionamentos. Nos dois últimos dias, algumas empresas suspenderam algumas atividades porque o acesso dos funcionários estava fechado.

A reunião ocorreu entre empresa e Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem em Geral no Estado de Pernambuco (Sintepav-PE). A Petrobras foi procurada, mas ainda não se pronunciou sobre qualquer entrave que o contrato possa ter com a mudança.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »