• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Sirinhaém » MKS Caldeiraria aposta na produção de navios para expandir atuação no Norte e Nordeste

Rochelli Dantas - Diario de Pernambuco

Publicação: 11/02/2014 08:54 Atualização: 11/02/2014 17:50

A MKS Caldeiraria Indústria e Comércio, que possui um parque fabril em Sirinhaém, Zona da Mata Sul de Pernambuco, está apostando no crescimento do setor naval para ampliar os negócios no Nordeste neste ano. Hoje, este segmento responde por 25% da demanda do grupo, que também possui duas unidades na Bahia. A meta é que este percentual chegue a 50% até o fim do ano.

Para mudar este crescimento, a unidade de Pernambuco é estratégica. No estado, são produzidos os spools (acessórios do segmento de tubulação utilizados pela indústria naval). “Esses materiais são pré-fabricados pela MKS e acoplados ao navio nos estaleiros. Quando decidimos nos instalar em Pernambuco focamos neste segmento e a estratégia deu certo”, ressaltou diretor geral da MKS, Gustavo Snoeck.

A capacidade total da fábrica é de 400 toneladas de spools por mês. Hoje, 60% deste total estão sendo utilizados. De acordo com Snoeck, existem vários projetos para este setor em todo o Brasil que podem ser atendidos pela MKS. “Temos potencial para abastecer toda a cadeia”, afirmou. A empresa já possui contratos com o Estaleiro Atlântico Sul e com o estaleiro Promar, ambos localizados no Complexo Industrial Portuário de Suape. Além disso, os produtos seguem para o Norte e para outros estados nordestinos.

Os planos para Pernambuco não param por aí. A projeção é de que, em dois anos, novas linhas de produção sejam implantadas em Sirinhaém. “Começamos o ano passado sem uma carteira sólida de clientes e hoje já contamos com o nosso nome cadastrado em nível nacional, como fornecedores de grandes e médias empresas que atuam na construção e montagem eletromecânica, nas usinas sucroalcooleiras, em pequenas e médias indústrias, além de contrato os consórcios que atuam na construção da Refinaria Abreu e Lima e com a PetroquímicaSuape”, disse.

O projeto de Pernambuco foi inaugurado em 2012 e recebeu um investimento de R$ 15 milhões. Atualmente, 300 funcionários atuam no local. Com isso, a unidade já emprega o mesmo número de trabalhadores que as outras duas fábricas do grupo, localizadas na Bahia.

Hoje, o grupo MKS atua na fabricação de equipamentos estáticos, a exemplo de vasos de pressão, estrutura metálica, suportes, permutador de calor, tanques e torre para processo industrial. Além disso, a empresa presta serviço em torqueamento hidráulico, manutenção de equipamentos de caldeiraria, trocadores de calor e de saca-feixe.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.