• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Operação Aquário » Polícia Federal desarticula quadrilha que fraudava o INSS

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 21/01/2014 09:44 Atualização:

Agentes da Polícia Federal deflagraram, nesta terça-feira (21), a “Operação Aquário” de combate a crimes previdenciários e dasarticularam uma quadrilha que gerou um rombo de aproximadamente R$ 2,5 milhões aos cofres públicos através de benefícios sociais fraudulentos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Na ação, cerca de cem agentes federais cumpriram 12 mandados de busca e apreensão e 20 mandados de condução coercitiva nas cidades do Recife, Olinda e outros municípios da Região Metropolitana. De acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Federal em Pernambuco, as investigações apontaram que a quadrilha atuava na obtenção de carteiras de identidade (RGs) e CPFs falsos para fraudar a Previdência Social e obter benefícios, como o de Amparo Social ao Idoso e o de Amparo Social à Pessoa Portadora de Deficiência.

Os criminosos também faziam uso, segundo as investigações, de atestados médicos falsos para consumação das fraudes. O INSS calcula um prejuízo de R$ 2.486.477,03 aos cofres públicos com a concessão dos benefícios fraudulentos. Dentre os crimes que os integrantes da quadrilha praticaram estão uso de documento falso, estelionato, corrupção passiva, peculato e associação criminosa.

O nome da operação (“Aquário”) é uma referência ao bairro de Peixinhos, em Olinda, região onde mora a maioria dos envolvidos na quadrilha. A assesoria de conunicação da PF em Pernambuco informou que o trabalho é fruto de uma força tarefa previdenciária composta pelo órgão e a Assessoria de Pesquisas Estratégicas e Gerenciamento de Riscos da Previdência Social (APEGR). O Serviço de Saúde do Trabalhador do INSS também auxiliou nas apurações.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.