• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Azul e Trip » Aeronautas e empresas tentam acordo

Correio Braziliense

Publicação: 17/01/2014 08:57 Atualização:

O Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNE) e representantes da Azul Linhas Aéreas assinaram ontem, no Ministério do Trabalho e Emprego, um acordo para a adequação salarial na fusão da empresa com a Trip. As negociações duraram 11 meses, e os empregados da companhia incorporados à Azul tiveram garantidos indenizações trabalhistas, o aumento de 12 para 18 meses do prazo de manutenção dos níveis de emprego e o fornecimento de refeições quentes aos tripulantes, mesmo nas aeronaves que não ofereçam o referido serviço.

Em outubro passado, os aeronautas tinham recusado a proposta de equiparação salarial de tripulantes da Azul e da Trip. À época, a empresa compradora chegou a suspender a integração dos funcionários. O acordo só foi firmado após oito rodadas de negociação, que começaram em fevereiro passado. Para o ministro do Trabalho, Manoel Dias, o acerto fortalece o setor aéreo brasileiro, acaba com as incertezas dos empregados e agrada às companhias, uma vez que elas não terão prejuízos financeiros com as despesas.

O presidente do Sindicato dos Aeronautas, Marcelo Ceriotti, também ficou satisfeito com o consenso entre as partes. Ele ressaltou que a entidade de classe acompanhará de perto o cumprimento dos itens acordados. Ceriotti ainda comentou que, agora, dedicará atenção ao pedido das empresas aéreas de acréscimo de quase 2 mil voos durante a Copa do Mundo de 2014 para que não aconteça nenhum abuso na jornadas laborais.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.