Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Recomendação » Para evitar abusos durante a Copa, hotéis do Rio exibirão tarifas cobradas no réveillon e carnaval

Agência Brasil

Publicação: 16/01/2014 17:16 Atualização: 13/02/2014 16:21

Em reunião no Rio com a Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça (Senacon) e integrantes do Comitê Interministerial de Acompanhamento de Preços, Tarifas e Qualidade de Serviços para a Copa do Mundo, a rede hoteleira da cidade se comprometeu a exibir nos sites de cada hotel as tarifas que serão cobradas durante a Copa do Mundo juntamente com os preços que foram praticados no último réveillon e que serão aplicados no carnaval. Desta forma, o consumidor poderá comparar os valores e, em caso de abusividade, denunciar à Senacon.

"Não há um conceito estabelecido na doutrina brasileira, na jurisprudência, do que é percentual de abusividade de preço. Mas entendemos que havendo a percepção que a alta temporada já seria o maior preço a ser cobrado na Copa, tudo o que passar dessa tarifa poderá ser considerado preço abusivo. Vamos analisar os dados concretos e coibir abusos", afirmou a secretária Nacional do Consumidor, Juliana Pereira.

Na reunião, realizada a convite da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no Rio de Janeiro (ABIHRJ), toda a rede da cidade se comprometeu em cumprir a medida. A representante da entidade no encontro, Sonia Leite Chami, afirmou que nenhum hotel do Rio está cometendo abusividade em termos de tarifação para o período da Copa do Mundo. A data para que esta informação seja exibida nos sites será definida ainda esta tarde, até o encerramento do encontro entre o governo e hoteleiros.

"Queremos contribuir para que esse evento seja um evento de sucesso. E garanto a vocês que não há preços fora da curva no Rio e não estamos cobrando preço abusivo. Se identificarmos abusividade vamos penalizar o hotel", garantiu Sonia.

A proposta será levada as outras 11 cidades-sede do torneio. No entanto, os períodos para comparação de tarifas serão definidos de acordo com a alta temporada de cada capital.

"Trouxemos esta proposta para o setor hoteleiro do Rio para dar transparência a estas tarifas, e agora vamos levá-la a outras cidades. Começamos aqui porque, além do setor ter demonstrado uma enorme boa vontade e nos chamado para conversar, é o destino mais procurado do Brasil. E, se uma cidade com o tamanho do Rio consegue de forma responsável apresentar estes dados, entedemos que há precedente para qualquer outro setor hoteleiro, de outra cidade, fazer o mesmo", avaliou Juliana.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »