• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Consumidor » Procon-Móvel inicia suas atividades em Paulista

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 16/01/2014 13:53 Atualização:

A partir da próxima terça-feira (21), a população da Região Metropolitana do Recife (RMR) passará a contar com o serviço do Procon-Móvel, por meio de dois micro-ônibus adaptados em unidades de atendimento do Procon-PE, inclusive com acessibilidade.

Lançado em dezembro pelo governo do estado, o programa inicia suas atividades em Paulista, onde permanece até o dia 31, na Praça João Pessoa, no Centro, e na Associação de Moradores de Maranguape I, na Avenida Nelson Ferreira, S/N, sempre das 9h às 16h.

De acordo com o Procon-PE, a estrutura poderá realizar todo o processo antes feito apenas nas unidades físicas, porém, sem a necessidade de um grande deslocamento por parte da população local. Chegando ao micro-ônibus, o consumidor irá relatar seu problema para os atendentes, que juntamente com os advogados irão analisar o caso e direcionar para a resolução do conflito em busca do entendimento entre as partes.

Para realizar a abertura de reclamação, é preciso que a pessoa esteja portando o RG (Carteira de Identidade), CPF e comprovante de residência, além de documentos que possam comprovar a reclamação, como nota fiscal, ordem de serviço, faturas, comprovante de pagamento, contrato, entre outros.

Cerca de 30 profissionais estão envolvidos no projeto que ainda irá passar por comunidades do Recife, Olinda, Jaboatão do Guararapes e Cabo de Santo Agostinho, sempre com o objetivo de promover ações de orientações, esclarecimentos e resolução de conflitos, acerca dos direitos previstos no Código de Defesa do Consumidor (CDC).

O programa é desenvolvido por meio de uma parceria do governo do estado com o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), do Ministério da Justiça, e executado pelo Procon-PE, órgão vinculado a Secretaria Executiva de Justiça e Direitos Humanos (SEJUDH), da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSDH).

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.