• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Aporte » BNDES vai injetar R$ 1 bilhão na fábrica da Fiat, em Goiana

Publicação: 16/01/2014 07:35 Atualização:

O projeto da Fiat em Pernambuco demandará mais recursos do que o previsto anteriormente. A montadora italiana assinou com o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) um novo financiamento, orçado em mais R$ 1 bilhão. Com isso, o valor total do projeto, incluindo os aportes das sistemistas, subirá para R$ 8 bilhões. Cerca de 75% do valor total do projeto virão de linhas de crédito de bancos oficiais.

O aumento do valor investido não significa que o projeto da fábrica será ampliado. O montante de R$ 1 bilhão contratado agora será para a construção dos dois parques de fornecedores do projeto (o primeiro localizado no mesmo terreno da montadora e o segundo em um município vizinho a Goiana) e no desenvolvimento de produtos, que ainda são mantidos a sete chaves. A carta consulta foi enviada em dezembro e o contrato assinado nesta semana.

Apesar da assinatura, o montante ainda não foi liberado pela instituição financeira. Quando isto ocorrer, será o segundo desembolso feito pelo BNDES para o projeto estadual da Fiat. Em janeiro do ano passado, a instituição financeira aprovou financiamento no valor de R$ 2,4 bilhões para a construção da nova fábrica. Além disso, a Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) aprovou, em junho de 2013, financiamento de R$ 1,9 bilhão para o projeto. O recurso faz parte do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (FDNE).

O Supply Park 1, primeiro parque de sistemistas formado por 14 empresas, já teve as obras iniciadas. Elas atuarão no fornecimento just in time de autopeças, localizando-se no terreno de 1,4 mil hectare onde a fábrica será implantada. As negociações com as empresas que irão se instalar neste local estão sendo realizadas diretamente pela Fiat. O anúncio deste primeiro escalão deve acontecer no próximo mês.

O novo empréstimo também será utilizado para a aquisição do terreno onde ficará o Supply Park 2. O local abrigará 40 empresas fornecedoras da Fiat, e, inicialmente, seria erguido em uma área de 110 hectares em Igarassu. Porém, a montadora italiana estuda a instalação do projeto em um terreno, com características similares, em Itapissuma, município que está recebendo novos projetos industriais, como três fábricas de cerveja (uma em operação e duas em construção). O martelo também deve ser batido até o fim de janeiro.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.