Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Redução » Cai confiança do pernambucano no setor de serviços Índice registrou queda de 3,7%, enquanto cenário nacional apresentou resultado de melhora

Publicação: 15/01/2014 19:50 Atualização: 15/01/2014 21:30

O pernambucano está menos confiante no que diz respeito aos serviços. O Índice de Confiança de Serviços de Pernambuco (ICS-PE) apresentou uma queda de 3,7% em dezembro na comparação com o mesmo mês do ano anterior. A redução entre os meses de novembro de 2012 e 2013 foi de 2,2%, enquanto no cenário nacional, a confiança do setor melhorou, passando de -6,6% em novembro para -3,6% em dezembro, também na comparação entre os dois últimos anos. O Índice de Situação Atual (ISA/PE), em 6,1%, foi o que motivou a queda do ICS-PE, em dezembro.
 
A Situação Atual dos Negócios, entretanto, teve aumento de 4,0% em dezembro de 2013 em relação aos 3,2% registrados em novembro do mesmo ano. O percentual de empresários que avaliaram a situação como boa foi de 45,3%, e os que percebem uma situação ruim foi de 8,9% em dezembro de 2013. Apesar do aumento da Situação Atual dos Negócios, a redução do Volume de Demanda Atual, outro quesito que compõe o ISA-PE, apresentou queda acentuada de 16,4% em dezembro de 2013 com relação ao mesmo mês do ano anterior. A proporção de empresas que perceberam uma demanda forte ficou em 23,9% (ante 42,4% em dezembro de 2012) e aquelas que avaliaram a demanda como fraca representam 16,6% (ante 14,0% há um ano).
 
O percentual do indicador de Tendência de Negócios ajudou a suavizar a redução do IE-PE, passando de -1,0% em novembro de 2013 para 4,1% em dezembro do mesmo ano. 48,0% das empresas esperam melhora nos negócios, o percentual era 33,6% no ano anterior, e 15,8% esperando piora, na comparação com os 6,6% de 2012. Em relação à demanda, 46,3% dos empresários pretendem aumentá-las (43,1% em 2012), enquanto 19,8% esperam uma demanda menor (8,0% registrado em 2012).

"Apesar dos resultados mostrarem uma tendência de estabilidade da confiança do setor como um todo, em um patamar mais baixo em 2013, dois segmentos, os serviços prestados às famílias e os de transportres apresentam sinais positivos nos últimos meses", garantiu o diretor de Estudos, Pesquisas e Estatística da Agência Condepe/Fidem, Rodolfo Guimarães.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »