• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Indústria » Shineray quer ampliar participação de fornecedores locais em fábrica de Suape

Rochelli Dantas - Diario de Pernambuco

Publicação: 11/01/2014 12:00 Atualização: 11/01/2014 12:49

Hoje, todo o material utilizado na produção das motos vem da China. Objetivo é ampliar índice de nacionalização para cerca de 50%. Foto: Annaclarice Almeida/DP/D.A Press
Hoje, todo o material utilizado na produção das motos vem da China. Objetivo é ampliar índice de nacionalização para cerca de 50%. Foto: Annaclarice Almeida/DP/D.A Press

A Shineray está em contato com fornecedores de peças para abastecer a unidade que está sendo construída no Complexo Industrial Portuário de Suape. O objetivo é ampliar o índice de nacionalização para quase 50%. Hoje, todo o material utilizado na produção das motos vem da China. A previsão é de que a fábrica de motocicletas entre em operação em março.

“Iniciamos os contatos com fornecedores nacionais para que possamos adquirir o máximo de itens aqui no Brasil. Existem algumas exigências que estão para entrar em vigor que aumentam a exigência de nacionalização. Por isso, já estamos buscando informações com fornecedores”, conta o engenheiro mecânico da Shineray, Roger Branco.

A empresa também espera que, com o início da operação, o governo federal ofereça melhores condições com relação à incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). A alíquota nas cinquentinhas passou de 15% para 35% no ano passado. Isso porque a Shineray é a única das dez principais marcas do Brasil que não tem instalação na zona Franca de Manaus, onde não há incidência de imposto.

A montadora que está sendo erguida no Complexo de Suape está localizada em uma área de 210 mil metros quadrados, sendo 60 mil metros quadrados de área coberta. Além do galpão, o local abrigará uma pista de teste e quatro laboratórios (de qualidade, de controle de produção, de poluentes e de ruídos). No local, estão sendo investidos R$ 140 milhões.

No próximo mês, a Shineray vai dar início à seleção dos funcionários que vão trabalhar na fábrica. No início, a montadora vai contratar cerca de 50 profissionais. Até o final do ano, serão 120 novos trabalhadores. Os currículos podem ser entregues no Centro de Distribuição da Shineray, localizado no Cabo de Santo Agostinho (Avenida Refibrás, 238, Centro), ou por e-mail (recursoshumanos@shineraydobrasil.com.br).

Os selecionados participarão de um treinamento com duração média de 30 dias, entre aulas teóricas e práticas. Os “professores” serão nove mecânicos que estão em treinamento desde novembro em uma minilinha de produção montada no centro de distribuição da marca. “São todos mecânicos com mais de dez anos de experiência e que atuarão como multiplicadores”, afirma Roger Branco.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.