Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Complexo portuário » Jornal afirma que Odebrecht compra fatia de terminal de açúcar em Suape

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 27/12/2013 13:46 Atualização:

O jornal “Valor Econômico”, em sua edição online desta sexta-feira (27), publicou que a Odebrecht Transport (OTP), braço de infraestrutura do grupo Odebrecht, negociou e comprou uma participação majoritária no projeto do terminal açucareiro da operadora logística Agrovia, no Complexo Portuário de Suape, em Pernambuco.

A reportagem cita que a negociação entre as empresas envolve a formarção de uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) e o investimento de R$ 150 milhões em dois anos. O aporte será proporcional à participação de cada uma no negócio: 75% da OTP e 25% da Agrovia.

Além disso, o texto publicado informa que o acordo ainda precisa passar pela aprovação da Secretaria Especial de Portos (SEP) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Caso a aprovação seja concedida, a SPE terá o contrato de arrendamento da área externa ao porto do cais 5 de Suape, cuja área total é de 72,5 mil metros quadrados e berço de 355 metros de extensão.

Segundo a reportagem do “Valor”, a Agrovia obteve a concessão dessa área em licitação e, após os investimentos, o terminal terá capacidade para movimentar 738 mil toneladas de açúcar por ano. A expectativa é de que as operações começem em setembro de 2015.

Ao jornal, a diretora da OTP, Juliana Baiarde, afirmou que o projeto prevê investimentos em sistemas de recepção rodoviária, armazenagem de açúcar refinado a granel e ensacamento do produto, bem como a elevação da commodity em navios graneleiros.

O terminal permitirá, ainda, o embarque de açúcar refinado em até cinco dias e em navios com capacidade para até 35 mil toneladas. O jornal cita que atualmente o embarque é realizado em navios de até 10 mil toneladas de capacidade e demora, em média, 15 dias no Porto de Recife.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »