Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Empreendedorismo » Lucros que vêm com o melhor amigo do homem Negócios dedicados aos pets estão cada vez mais especializados. De spas a farmácias de manipulação, o mercado abriga de tudo

Augusto Freitas

Publicação: 22/12/2013 12:00 Atualização: 21/12/2013 00:01

No Espaço Aina Bosch Dog Sitter, no entorno da PE-15, os
No Espaço Aina Bosch Dog Sitter, no entorno da PE-15, os "hóspedes" ficam numa espécie de spa com muito relax. Foto: Annaclarice Almeida/DP/D.A Press

Cães e gatos são dois dos bichos de estimação mais queridos por quem os cria. Pela relação de companhia e afeto entre eles e os donos, é possível que sejam, também, os que gerem os maioress lucros no mercado pet. Há quem prefira outros, como aves exóticas, hamsters ou peixes. Mas o certo é que este segmento vem elevando o seu faturamento a cada ano. Tem espaço, segundo especialistas, para mais divendendos.

No Recife e em Olinda, assim como no Brasil, o cenário não é diferente. Tem muito empreendedor de olho nesse nicho econômico oferecendo produtos e serviços variados e rentáveis. As duas cidades, inclusive, acabam de ganhar duas novidades que prometem atrair os donos de animais domésticos. Dois serviços essenciais para os bichos passarem bem e os “pais” se tranquilizarem.

Em Olinda, a adestradora e estudante de veterinária Aina Bosch, 30, reformou o local onde mora, um sítio em Ouro Preto, e transformou a propriedade em um espaço exclusivo para hospedar cachorros de pequeno e médio portes. No Espaço Aina Bosch Dog Sitter, um cantinho com (raros) resquícios de Mata Atlântica no entorno da PE-15, os “hóspedes” ficam numa espécie de spa com muito relax.

“Conheci o serviço nos Estados Unidos e iniciei aqui hospedando cães na minha própria casa, sete anos atrás. Recentemente, reformei o local e os animais contam agora com um jardim de plantas atóxicas e sem espinhos, cercado por tela e árvores, um quartinho pet, com janelas de vidro para aproveitar a luz do sol, e área de banho com banheirinha e produtos ecológicos”, explica Aina.

A adestradora e estudante de veterinária Aina Bosch, 30, conheceu o serviço nos Estados Unidos e decidiu abrir o espaço há sete anos
A adestradora e estudante de veterinária Aina Bosch, 30, conheceu o serviço nos Estados Unidos e decidiu abrir o espaço há sete anos
A “sacada” de Aina é um reflexo do crescimento do mercado pet. Recentemente, a consultoria GS&MD - Gouvêa de Souza realizou o Estudo Pet Brasil e concluiu que este ano o faturamento do setor deve atingir R$ 14,39 bilhões. Em 2014, o valor pode subir para R$ 15,3 bilhões e, em 2015, R$ 16,2 bilhões (descartando-se a venda de filhotes). O crescimento real do mercado é estimado em 7,5%.

A ideia, segundo ela, é que os bichos mantenham o hábito de matilha, já que na natureza vivem em grandes famílias. Com a experiência de “dog sitter” lapidada nos últimos setes anos, Aina criou um ambiente de amor, cuidados e puro relaxamento dos bichanos. Nada de isolamento. “Oferecemos contato com a natureza com muitas brincadeiras, além de técnicas de enriquecimento alimentar, cognitivo e ambiental.”

Para se tornar um hóspede, o cão passa por avaliações de comportamento e saúde, gravadas, entre a dona do espaço e os donos. Vacinas em dia e informações sobre seus hábitos fazem parte do pacote. A diária custa R$ 60, já inclusa a aplicação de produtos contra pulgas e carrapatos. Se o bichinho precisar de uma ducha, paga-se R$ 30 por fora do pacote. O espaço tem capacidade, por enquanto, para 15 cães.
 
Fórmulas manipuladas e boa saúde
Com o Espaço Aina Bosch, você pode viajar tranquilo que o seu cãozinho vai se sentir uma estrela. Mas se ele apresentar algum problema de saúde e necessitar de remédios específicos, há também uma nova alternativa de tratamento que será inaugurada em Boa Viagem: a primeira unidade do Recife da Roval Pet, farmácia de manipulação de medicamentos exclusivamente para animais.

Quem toca o empreendimento, que abre as portas até o fim de janeiro, são as farmacêuticas Renata Calado, Brena Cerqueira e Graziela Marques. O trio de empreendedoras pesquisou o mercado e escolheu investir cerca de R$ 200 mil na franquia da rede homônima, a Roval. A unidade vai oferecer fórmulas para gatos, cachorros, equinos e alguns animais de zoológico, como pequenos primatas.

“Pesquisamos o mercado de franquias e vimos que o setor de pet está crescendo muito. Decidimos pela manipulação de fórmulas, já que o serviço não existe ainda no Recife”, revela Renata. Segundo ela, o investimento total no projeto contempla a estrutura física, incluindo laboratório, estoque de produtos para compor as fórmulas e funcionários (um técnico e uma consultora). O plano das empresárias inclui, até junho de 2014, a abertura de uma nova unidade da Zona Norte.  

De acordo com as sócias, os preços das fórmulas manipuladas para os animais estão dentro da realidade do mercado de remédios para humanos. “A diferença é pouca, pois há muitas intereações medicamentosas comuns aos animais e às pessoas. Os gastos com remédios para os bichos são altos e muitos não estão disponíveis no mercado local”, diz Renata. Traduzindo, a manipulação é uma boa opção para a saúde dos bichos e uma excelente alternativa para o seu bolso.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »