Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Mata Norte » Pernambuco ganha um novo território criativo

Thatiana Pimentel

Publicação: 19/12/2013 09:44 Atualização:

Pernambuco acaba de ganhar um novo território criativo. Trata-se da microrregião da Mata Norte pernambucana, formada por 17 municípios e capitaneada por Goiana, Carpina, Nazaré da Mata e Tracunhaém. As quatros cidades formam um dos 27 novos arranjos produtivos locais (APLs) brasileiros que foram selecionados para receber políticas específicas de fomento aos setores culturais e criativos concentrados nesses locais. O novo território nasceu com apoio dos ministérios da Cultura (MinC) e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Segundo a Secretaria da Economia Criativa do MinC, os impactos deverão incrementar em 20% o número de postos de trabalho, em 30% o número de empresas formalizadas e em 20% o volume de comercialização de bens e serviços de cada APL atendido. “Cada um dos arranjos selecionados será alvo de um mapeamento para identificar suas potencialidades e, com esses dados, faremos um planejamento estratégico para aumentar a inclusão produtiva e melhoria da sua competitividade nos mercados internos e externos”, explica Isadora Tamir, diretora de Desenvolvimento Territorial e Economia Criativa do Minc.

Antecipando a agenda de 2014, Isadora esteve ontem em Goiana participando da primeira reunião da Câmara Setorial de Economia Criativa do município, que elegeu um comitê para o início da construção do plano de economia criativa da cidade. De acordo com Michele Barreto, presidente da Agência de Desenvolvimento de Goiana, a ideia é organizar o que já existe na região e revelar novas potecialidades, mas o foco não é apenas econômico. “Nós entendemos que desenvolvimento não é apenas ganhar dinheiro, mas propiciar ao nosso povo a chance de escolher viver do que ele quiser. Se um jovem não quer trabalhar na Fiat, quer trabalhar com teatro, ele deve conseguir se manter assim. Isso, para nós, é ser uma cidade desenvolvida”.

Os primeiros passos para isso serão dados no início do próximo ano, quando será aberto edital do MinC para escolher a empresa responsável pelo mapeamento da região. Simultaneamente, a Prefeitura de Goiana fará concursos de incentivo nas áreas de audiovisual, música, literatura, artes cênicas, artesanato, gastronomia e moda. Também em 2014, o primeiro centro cultural criativo da Zona da Mata começará a ser formulado.

“Já escolhemos o prédio, que é histórico e faz parte da memória afetiva dos moradores daqui. No próximo ano, começaremos a elaborar o projeto arquitetônico e as obras devem ser iniciadas até janeiro de 2015”, detalha Michele. Além de palco cultural, o local terá laboratórios de pesquisa e desenvolvimento de economia criativa, centro de treinamentos, uma incubadora e dará consultoria aos empreendedores do setor. O objetivo é que o local se torne uma referência nacional em economia criativa.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »