Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Pregão » Dólar se mantém estável a R$ 2,32 com investidores à espera da reunião do Fed

Agência O Globo

Publicação: 18/12/2013 10:04 Atualização:

O dólar comercial abriu os negócios desta quarta-feira (18) em leve alta, com os investidores à espera do resultado da reunião do Federal Reserve (Fed), o banco central americano. Às 9h30, entretanto, a divisa americana apresentava estabilidade e estava sendo negociada a R$ 2,320 na compra e R$ 2,322 na venda. Na máxima do dia, o dólar foi negociado a R$ 2,326 e na mínima bateu em R$ 2,322.

Na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), o Ibovespa, índice de referência do mercado de ações brasileiro, começou o dia com valorização e às 10h22 subia 0,69% aos 50.436 pontos.

“Ainda que o Fed não dê início à retirada de estímulos no encontro de hoje, deve sinalizar a sua proximidade. A expectativa com a retirada de estímulos monetários nos EUA fortalece o dólar em relação à maioria das moedas, em especial as dos países emergentes”, escreve em relatório o economista Octávio de Barros, do Bradesco.

Dólar deve se manter estável

A moeda americana deve se manter próxima à estabilidade no aguardo da decisão sobre a política monetária nos EUA. Não são esperadas mudanças nos juros, que devem continuar entre zero e 0,25% ao. O Fed também deve também sinalizar qual será o futuro do programa de compras de títulos, que todo mês despeja US$ 85 bilhões na economia. Analistas avaliam que, diante de números positivos da economia americana, divulgados recentemente, o Fed poderia reduzir o ritmo de compras em US$ 10 bilhões.

Outra parte do mercado, entretanto, acredita que a redução dos estímulos só deverá acontecer no ano que vem, quando a nova presidente do banco central americano, Janet Yellen, será empossada, substituindo o atual presidente Ben Bernanke. Na expectativa de mudanças, o dólar vem se valorizando nos últimos meses frente ao real e outras divisas, principalmente de países emergentes. No Brasil, o dólar ganhou mais força ainda diante de problemas domésticos, como a desconfiança da política fiscal do governo, a alta da inflação e o baixo crescimento do Produto Interno Bruto.

Por aqui, o banco Central realizou mais um leilão de contratos de swap cambial tradicicional, dando continuidade a seu programa para reduzir a volatilidade da divisa americana, diante das incertezas sobre os rumos da política monetária nos EUA. Foram ofertados mais 10 mil novos contratos, o equivalente a US$ 500 milhões.

Na Europa, Bolsas estão em alta

Na Europa, as principais Bolsas estão em alta. Os pregões europeus sobem com dados mais positivos da economia da região. A taxa de desemprego do Reino Unido mostrou queda mais acelerada do que o esperado pelo mercado. Nos três meses até outubro, a taxa caiu a 7,4%, ficando 0,3 ponto porcentual abaixo do nível registrado no trimestre encerrado em julho. Na Alemanha, o índice de confiança do empresário da indústria e do comércio subiu em dezembro, para 109,5 pontos, ante os 109,3 pontos apresentados em novembro, segundo informações do instituto de pesquisas alemão CESifo Group. O índice Dax, da Bolsa de Frankfurt, sobe 0,94%.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »