Pernambuco.com



  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Visita presidencial » Dilma percorre instalações do Estaleiro Atlântico Sul

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 17/12/2013 11:55 Atualização: 17/12/2013 14:29

Foto: Teresa Maia/DP/D.A Press
Foto: Teresa Maia/DP/D.A Press
A presidente Dilma Rousseff já cumpre a segunda etapa de sua visita a Pernambuco, estado que não visitava desde maio deste ano. A chefe do Executivo percorre agora as instalações do Estaleiro Atlântico Sul, no Complexo de Suape, em Ipojuca Ela inspeciona a conclusão das obras da Plataforma P-62, projetada para atender à demanda da Petrobras por plataformas de produção. A obra gerou cerca de cinco mil empregos diretos e 15 mil indiretos.
 
Acompanham a presidente o governador Eduardo Campos; o senador Humberto Costa; o prefeito do Recife, Geraldo Julio; o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão; a presidente da Petrobras, Graças Foster; o deputado federal Eduardo da Fonte, entre outros.

Com 119 metros de altura, 330 metros de comprimento e peso superior a 60 mil toneladas, a P-62 é capaz de gerar 100 MW de energia elétrica, que equivalem ao consumo de uma cidade de 330 mil habitantes.
 
A construção foi realizada em etapas. O casco do navio MT Suva, que compõe a plataforma, passou por adaptações no estaleiro Jurong, em Cingapura. Em seguida, ele foi encaminhado para o Estaleiro Atlântico Sul, onde passou pelas etapas de conversão e integração da embarcação. Todo o processo ficou a cargo do consórcio Camargo Correia e Iesa (CCI).
 
A construção dos 15 módulos da plataforma foi feita no Brasil por meio de três pacotes com as contratadas UTC Engenharia, em Niterói (RJ) - módulos de processo e compressão; e Empresa Brasileira de Engenharia (EBE), em Itaguaí (RJ) - módulos de processo.
 
Depois de finalizados, os módulos foram transportados por balsas e entregues ao CCI, no Estaleiro Atlântico Sul, onde foram acoplados ao casco do navio e interligados aos demais módulos. A P-62 também possui estrutura de tubulação, heliponto e acomodações.

A plataforma começará a funcionar no primeiro trimestre de 2014 no Campo do Roncador, no Portal da Bacia de Campos.

Com informações da repórter Rochelli Dantas

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: José Guilherme de Azevedo Lira Filho
Nenhuma foto da presidenta Dilma... O que foi que houve? | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »