Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Visita presidencial » Aclamada por trabalhadores, Dilma inaugura nova etapa da Refinaria Abreu e Lima

Bruna Siqueira Campos - Diario de Pernambuco

Publicação: 17/12/2013 10:04 Atualização: 17/12/2013 11:54

Primeira parada da presidente da República foi a Refinaria Abreu e Lima; o Estaleiro Atlântico Sul também está na agenda. Foto: Rosália Rangel/DP/D.A Press
Primeira parada da presidente da República foi a Refinaria Abreu e Lima; o Estaleiro Atlântico Sul também está na agenda. Foto: Rosália Rangel/DP/D.A Press

As instalações da Refinaria Abreu e Lima, em Suape - empreendimento investigado, por mais de uma vez, por superfaturamento pelo Tribunal de Contas da União (TCU) - serviram de palco para testar a popularidade da presidente Dilma Rousseff em Pernambuco. E o resultado foi positivo. Aclamada pelo público, a chefe do Executivo inaugurou na manhã desta terça-feira (17) mais uma etapa da unidade, o bloco de comissionamento (a fase de testes da refinaria), e discursou para os trabalhadores por cerca de dez minutos. Ela chegou ao canteiro de obras ladeada por parte do seu estafe econômico: o ministro Edison Lobão, das Minas e Energia, e a presidente da Petrobras, Graças Foster.

“Queria parabenizar homens e mulheres pela contribuição em construir a maior refinaria do país”, destacou uma carismática presidente da República, que levou cerca de dez minutos em seu discurso e chegou a descer do palco para conversar com os presentes. Dilma cumpriu a primeira etapa de sua visita a Pernambuco com atraso de quase uma hora. A chegada à refinaria da Petrobras estava prevista para 9h50, segundo a agenda presidencial.

O próximo passo é visitar o Estaleiro Atlântico Sul, também em Suape. No local, estão sendo concluídas as obras da Plataforma P-62. Projetada para atender à demanda da Petrobras por plataformas de produção, a P-62 é utilizada no processamento e tratamento de óleo, gás e água. A obra gerou cerca de cinco mil empregos diretos e 15 mil indiretos.

Com 119 metros de altura, 330 metros de comprimento e peso superior a 60 mil toneladas, a unidade é capaz de gerar 100 MW de energia elétrica, que equivalem ao consumo de uma cidade de 330 mil habitantes.
 

Com informações dos repórteres André Clemente e Rochelli Dantas

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »