Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Aviação civil » Governo fará operação de fim de ano nos aeroportos a partir desta sexta-feira

Agência O Globo

Publicação: 12/12/2013 18:09 Atualização:

Para evitar caos nos aeroportos durante o fim de ano, o governo dará início nesta sexta-feira, até 13 de janeiro, a uma operação especial com a participação de todas as autoridades que atuam nos 12 principais terminais do país (Galeão, Santos Dumont, Congonhas, Guarulhos, Viracopos, Brasília, Confins, Curitiba, Porto Alegre, Salvador, Fortaleza e Recife).

Um efetivo de 315 servidores, incluindo fiscais da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), vai reforçar o quadro de funcionários nos horários de pico e as companhias aéreas terão que acionar planos de emergência (com aeronaves reservas e tripulação extra), para atender imprevistos. Também foram definidas ações específicas para os concessionários dos aeroportos.

Segundo o ministro da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Moreira Franco, o overbooking (venda de bilhetes superior ao número de assentos), está proibido durante o período. "O passageiro não poderá ficar no chão. As empresas se comprometeram em não fazer overbooking", destacou o ministro, que reuniu nesta quinta-feira (12) todas autoridades do setor, os concessionários, além dos representantes da companhias para fechar a operação fim de ano."

Ele reiterou que problemas climáticos são inerentes ao negócio e que as companhias precisam estar preparadas para solucionar o problema com rapidez. Não pode repetir o que aconteceu com a Gol, que demorou três dias, para normalizar os voos no último fim de semana, disse. Ele assegurou, contudo, que não haverá caos nos aeroportos. "Será melhor ou, no mínimo, igual ao ano passado", disse.

A expectativa do governo é que haja um movimento de 16,4 milhões de passageiros neste mês nos aeroportos - 200 mil a mais do que o registrado no mesmo período de 2012 e 800 mil a mais, na comparação com novembro. O dia de maior fluxo deverá ser o dia 20 (sexta-feira), quase antevéspera do Natal (na quarta-feira). Devido às conexões, é esperado grande aumento no volume de usuários em Brasília, que está em obras, incluindo no acesso ao aeroporto.

Neste caso, o concessionário foi orientado a agir para evitar que as obras nas vias prejudiquem o trânsito. Nas áreas internas, a empresa terá que colocar mais 25 veículos para transporte de passageiros (até o avião); instalar novas esteiras de bagagem e equipamentos de raio-X.

No aeroporto de Viracopos, será aberto um posto da Anac. O concessionário terá que oferecer equipamentos para facilitar o acesso de cadeirantes a aeronaves, instalar novas esteiras de bagagens, novos computadores para tornar mais ágil o fluxo de pousos e decolagens e ampliar número de tomadas para equipamentos eletrônicos no terminal de passageiros.

Em Guarulhos, será necessário ampliar a praça de alimentação e ampliar o número de balcões para atendimento de voos internacionais. A Infraero, por sua vez, terá que aumentar o número de cadeiras nas salas de embarque e carrinhos de bagagem nos aeroportos sob sua responsabilidade.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »