Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

IBGE » Emprego industrial avança 0,1% em outubro, depois de cinco meses de quedas

Agência O Globo

Publicação: 11/12/2013 09:16 Atualização:

O emprego na indústria avançou 0,1% em outubro, na comparação com setembro, informou nesta quarta-feira (11) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No acumulado do ano, o indicador tem queda de 1%. O indicador havia registrado queda de 0,4% em setembro, influenciado pela perda de fôlego da economia nos últimos meses. Na comparação mensal livre de influências sazonais, o índice positivo interrompeu cinco meses de taxas negativas, período em que acumulou perda de 1,8%.

As principais quedas ocorreram na Região Nordeste (-5,1%), seguida por São Paulo (-1,7%), Bahia (-6,3%), Rio Grande do Sul (-1,8%) e Pernambuco (-5,7%). Já a Região Norte e Centro-Oeste e Santa Catarina, com avanço de 0,4% em outubro de 2013, tiveram os melhores resultados.

Houve recuo do pessoal ocupado em 13 dos 18 ramos pesquisados. As maiores quedas ocorreram nos setores de produtos de metal (-5,7%), máquinas e aparelhos eletroeletrônicos e de comunicações (-5,1%), máquinas e equipamentos (-3,5%), calçados e couro (-5,2%), outros produtos da indústria de transformação (-3,8%), produtos têxteis (-3,6%) e refino de petróleo e produção de álcool (-6,3%). Os setores que mais contrataram foram os de borracha e plástico (2,9%) e de meios de transporte (1,2%).

O número de horas pagas aos trabalhadores da indústria, já descontadas as influências sazonais, também voltaram a crescer na comparação com o mês anterior, após cinco quedas sucessivas, em que acumulou perda de 2,9% : teve alta de 0,3% frente a setembro. Na comparação com outubro de 2012, o número de horas pagas caiu 2,0%. É a quinta variação negativa seguida nesse tipo de comparação e a mais intensa desde fevereiro (-2,3%).

Em outubro, a produção industrial avançou 0,6% na comparação com setembro. Foi a terceira alta consecutiva, indicando uma recuperação do setor em um ano marcado por fortes oscilações dos indicadores. Nesta terça-feira, o IBGE divulgou que a indústria avançou em 11 dos 14 locais pesquisados naquele mês.

Apesar dos sinais positivos, no entanto, o setor ainda não ganhou forças para recuperar as perdas do ano passado. Em 2012, a retração da produção foi de 2,7%, e o emprego industrial acumulou queda de 1,4%. Para este ano, a previsão da pesquisa Focus, divulgada pelo Banco Central, é que a produção suba 1,63%.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »