Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Mercado financeiro » Dólar se desvaloriza frente ao real e vale R$ 2,30; Bolsa inverte sinal e cai

Agência O Globo

Publicação: 10/12/2013 10:33 Atualização:

O dólar comercial ampliou a queda frente ao real nesta terça-feira (10) após o Banco Central realizar novo leilão de contratos de swap cambial tradicional. Às 11h3, a divisa estava sendo negociada a R$ 2,306 na compra e R$ 2,308 na venda, a mínima do dia. Nesta tarde, o BC fará mais uma intervenção do mercado de câmbio, desta vez para rolar contratos de swap cambial que vencem em 2 de janeiro.

Ontem, o BC já realizou operação semelhantes e vendeu 20 mil contratos, totalizando US$ 990 milhões. Na segunda, a moeda americana fechou em queda pelo terceiro dia consecutivo com o otimismo dos mercados externos, depois de dados positivos da balança comercial chinesa.

No leilão do BC realizado nesta manhã, foram ofertados dez mil contratos, o equivalente a US$ 500 milhões. De acordo com um operador de câmbio, o dólar por aqui acompanha o movimento de desvalorização visto também no exterior frente a outras divisas. Novos números positivos da economia chinesa mantém o otimismo dos investidores já verificado ontem.

No cenário doméstico, o mercado aguarda as declarações do presidente do BC, Alexandre Tombini, que participa de audiência na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. Os senadores devem fazer perguntas sobre a continuidade do programa de leilões do BC, já confirmado pelo próprio Tombini, mas que deve sofrer ajustes. Também devem questioná-lo sobre o ciclo de aperto monetário (alta de juros). A Selic já subiu seis vezes nas últimas reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom) de 7,25% para 10% ao ano.

Ibovespa abre a sessão em alta

O Ibovespa, principal índice do mercado de ações brasileiro, abriu com leve queda, mas inverteu o sinal minutos depois. Mas pouco depois das 11h, o índice novamente inverteu o sinal para o vermelho. Às 11h5, o Ibovespa apresentava queda de 0,05% aos 51.141 pontos. O índice subiu nas últimas três sessões.

Entre as ações mais negociadas do pregão, Vale PNA sobe 0,15% a R4 33,19; Petrobras PN tem alta de 0,34% a R$ 17,31; Itaú Unibanco PN cai 0,22% a R$ 31,63 e Bradesco PN se valoriza 0,13% a R$ 28,98.

Nesta terça, segundo dados do governo chinês, a produção industrial do país cresceu 10% em novembro na comparação com igual período de 2012. Em outubro, a expansão anual havia sido de 10,3%. A expectativa era de alta de 10,1%. Já as vendas no varejo subiram 13,7% no mês passado, após apresentarem alta de 13,3% em outubro. A previsão era de uma desaceleração na taxa para 13,2%. São dados que, embora estejam marginalmente dentro do esperado pelo mercado, mostram que a segunda maior economia do planeta segue em ritmo de crescimento.

“Acreditamos que a economia chinesa encerrará este ano com uma expansão levemente superior a 7,5%, conforme sugerido pelos indicadores de novembro e de outubro. Com isso, notamos certa estabilização em relação ao ritmo de crescimento verificado no terceiro trimestre, o que somado ao ambiente favorável às reformas, deverá manter a confiança doméstica e externa elevada”, analisam em relatório os economistas Octávio de Barros e Marcelo Cirne de Toledo, do Departamento de Pesquisa e Estudos Econômicos do Bradesco.

Na Europa, as Bolsas estão sem sentido único. Enquanto o índice Dax, da Bolsa de Frankfurt se valoriza 0,04%, o Cac, principal índice da Bolsa de Paris, recua 0,16%.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »