Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Consumidor » Vai viajar no fim de ano? Cuidado com as "pegadinhas" Pesquisar preços não é suficiente. Consulte a cartilha da Proteste e evite dores de cabeça

Rosa Falcão

Publicação: 08/12/2013 18:00 Atualização: 06/12/2013 22:15

Furto e extravio de bagagem estão entre os imprevistos que podem acontecer durante as viagens, principalmente nos aeroportos. Foto: Adauto Cruz/CB/D.A Press
Furto e extravio de bagagem estão entre os imprevistos que podem acontecer durante as viagens, principalmente nos aeroportos. Foto: Adauto Cruz/CB/D.A Press
Final de ano tem gostinho de férias e pé na estrada. É hora de pegar as malas para viajar e curtir com a família e os amigos. Seja de carro, de ônibus ou de avião, é preciso ficar atento para o descanso merecido não se transformar em dor de cabeça. Os cuidados começam com a escolha da operadora, o transporte, a hospedagem e os passeios incluídos no pacote turístico. A pesquisa de preços é outro item importante para comparar os serviços oferecidos e economizar.

Uma aliada importante do consumidor é a internet. Consulte as redes sociais e tecle os sites de reclamação. Uma oportunidade de se informar sobre as queixas de consumidores que tiveram experiências negativas nas viagens. A supervisora institucional da Associação Proteste de Consumidores, Sônia Amaro, diz que a preparação da viagem é mais importante do que o passeio. “Pesquise, compare os preços e os serviços oferecidos. Confira também se a operadora tem registro na Embratur”, indica.

O analista de sistemas Elbert Régis da Silva, 28, experimentou o jogo de empurra entre o fornecedor e a empresa aérea. Foto: Arquivo pessoal
O analista de sistemas Elbert Régis da Silva, 28, experimentou o jogo de empurra entre o fornecedor e a empresa aérea. Foto: Arquivo pessoal
Cuidado com as armadilhas. Muitas vezes o consumidor é surpreendido quando chega ao destino e as instalações do hotel não atendem às expectativas. Problemas com os traslados e os passeios também podem tirar o humor do turista. Nos casos de descumprimento da oferta, o consumidor deverá entrar em contato com o representante da empresa. Caso o problema persista, ele poderá pedir o ressarcimento do valor pago à Justiça.

Furto e extravio de bagagem são outros imprevistos que podem acontecer durante as viagens, principalmente nos aeroportos. Neste caso, a companhia aérea deve ser notificada para providenciar o reembolso dos prejuízos. Os furtos que ocorrem no hotel devem ser reclamados à gerência e indenizados. Uma alternativa para viajar mais tranquilo é contratar o seguro viagem.   

Fique atento às entrelinhas dos contratos das passagens aéreas, principalmente às tartifas promocionais. Em geral, as multas cobradas pelo cancelamento e pela desistência são exorbitantes. O analista de sistemas Elbert Régis da Silva, 28 anos, experimentou o gostinho amargo do jogo de empurra entre o fornecedor e a empresa aérea.

Ele comprou em setembro duas passagens aéreas promocionais pela internet, para viajar para Orlando, nos Estados Unidos, em fevereiro de 2014. Em outubro, a empresa pediu para ele adiar as férias por 15 dias. “Fui surpreendido com a multa. Correspondia ao dobro (US$ 300) que paguei por cada bilhete”, reclama. O caso foi parar no Procon Pernambuco, e até agora permanece o impasse. O pior é que Elbert já desembolsou duas parcelas no cartão de crédito.


Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »