Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Tecnologia » Serpro anuncia novo concurso público; edital sairá em 2014

CorreioWeb

Publicação: 06/12/2013 16:29 Atualização:

O Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), vinculado ao Ministério da Fazenda, anunciou nesta sexta-feira (6) que vai lançar novo concurso público. E a seleção já tem banca organizadora. Segundo extrato de contrato divulgado no Diário Oficial da União (seção 3, página 120), o Instituto Quadrix de Tecnologia e Responsabilidade Social vai ser o responsável pela aplicação das provas.

Leia mais sobre concursos no portal Admite-se

Segundo a assessoria de imprensa do Serpro, as vagas ofertadas serão para a cidade de Belo Horizonte/MG, uma vez que algumas áreas não foram contempladas no último certame, lançado no começo deste ano. Ainda não há informação quanto à aos cargos ou o número de oportunidades. O edital de abertura deverá ser publicado somente em 2014.

Esta é a primeira vez que o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) não realiza a seleção do órgão. Por esse motivo, a assessoria afirma que as previsões de datas ficam mais difíceis, uma vez que muitos pontos devem ser acertados.  


Último concurso

Em julho deste ano, o resultado final do concurso que ofereceu 360 vagas e formação de cadastro reserva para o Serpro foi divulgado. Ao todo, foram 70.980 candidatos inscritos no concurso, o que equivale a uma concorrência média de 197 pessoas por vaga. As provas objetivas foram aplicadas no dia 5 de maio em Sergipe, Pará, Roraima, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina, Ceará, Paraíba, Alagoas, Amazonas, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Pernambuco, Acre, Rio de Janeiro, Bahia, Maranhão, São Paulo, Piauí e Espírito Santo, além do Distrito Federal.

De acordo com o documento de abertura da seleção, os salários variavam de R$ 2.339,11 a R$ 5.203,90, por jornada de trabalho de 40 horas semanais - exceto para o cargo de médico, que deve cumprir 20 horas apenas. Quem tem diploma de nível médio entrou na disputa pela função de técnico, nas especialidades de enfermagem do trabalho, operação de redes, programação e controle de serviços de tecnologia da informação, segurança do trabalho e suporte administrativo.

Graduados, por sua vez, tentaram o posto de analista nas especialidades de administração de serviços de tecnologia da informação, advocacia, arquivologia, biblioteconomia, comunicação social, desenho institucional, desenvolvimento de sistemas, engenharia de segurança do trabalho, engenharia elétrica, engenharia mecânica, gestão de pessoas, gestão empresarial, gestão financeira, gestão logística, medicina do trabalho, negócios em tecnologia da informação, perícia em cálculo judicial, programação visual, psicologia organizacional e do trabalho, redes, serviço social e suporte técnico.

As vagas foram para o Distrito Federal, Ceará, Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo, Pará, Bahia, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Roraima, Paraíba, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Piauí, Maranhão, Rondônia, Alagoas, Amazonas, Acre e Espírito Santo.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »