Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Aneel » Consumidor avalia bem distribuidoras de serviço elétrico

Agência Brasil

Publicação: 05/12/2013 15:37 Atualização:

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) divulgou nesta quinta-feira (5) o resultado da pesquisa que avalia o Índice Aneel de Satisfação do Consumidor. Neste ano a pesquisa mostra que o nível de satisfação geral do consumidor no país está com uma pontuação de 60,41, média considerada boa. Porém, ela está mais baixa do que a de 2012 que obteve 61,51 pontos. Na ocasião, as distribuidoras de energia mais bem avaliadas pelos consumidores receberam a premiação Iasc 2013.

A Companhia Sul Sergipana de Eletricidade (Sulgipe) foi a melhor avaliada pela Aneel. Ela foi premiada regional e também ficou em primeiro lugar na avaliação nacional. Segundo o diretor gerente da Sulgipe, Ivan Leite, é o oitavo prêmio Iasc regional que a companhia recebe. “Dos 14 prêmios Iasc ganhos pela Sulgip,esse é o oitavo prêmio do Nordeste – avaliação regional - o que demonstra que não é um acaso, é fruto de um trabalho continuado.”

De acordo com o diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, a avaliação é uma oportunidade de ouvir o consumidor. “O principal benefício dessa pesquisa é a concessionária usá-la para identificar os pontos que precisa melhorar. Não só na qualidade do serviço mas, principalmente, no atendimento”. Segundo ele, a Aneel está desenvolvendo mecanismo para monitorar de maneira preventiva e corrigir os rumos para que o serviço seja de melhor qualidade.

Na premiação, 24 distribuidoras concorreram em nove categorias. Na categoria regional são entregues sete prêmios para a melhor a empresa por região e por número de consumidores atendidos. Também são premiadas em âmbito nacional a distribuidora mais bem avaliada na percepção dos consumidores e com maior crescimento do índice em relação ao ano anterior.

O secretário de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia, Ildo Grudtner, disse que o prêmio incentiva as distribuidoras a melhorarem a prestação dos serviços de distribuição de energia. “Não é só penalizá-los pelo não alcance dos índices desejados de satisfação pela prestação do serviço, mas premiar o maior índice de satisfação do consumidor já que ele é a razão principal da realização do serviço”, disse o secretário

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »