Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Sebrae Nacional » Pequenos negócios geram mais de 100 mil empregos em outubro

Agência Sebrae de Notícias - ASN

Publicação: 05/12/2013 11:05 Atualização:

As micro e pequenas empresas foram as responsáveis pela quase totalidade dos empregos líquidos – resultado total das admissões menos as demissões – gerados em outubro. Os pequenos negócios empregaram 101 mil pessoas no décimo mês do ano, indo na contramão das médias e grandes empresas, que fecharam 7,5 mil vagas no mês. Se comparado com o mesmo período do ano passado, esse resultado representa um aumento de aproximadamente 28%. O número total de pessoas empregadas apenas em outubro é superior ao da quantidade de trabalhadores que a Petrobras possui em seu quadro atual – cerca de 85 mil empregados.

De janeiro até outubro deste ano, os empreendimentos de micro e pequeno porte abriram mais de 950 mil vagas de trabalho. “As micro e pequenas empresas têm um peso muito grande no saldo positivo de empregos. Esse é um comportamento que vem se consolidando nos últimos anos e tem sido comprovado pelos levantamentos mensais que fazemos com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)”, afirma o presidente do Serviço Nacional de Apoio às Micro e Pequenas Empresa (Sebrae), Luiz Barretto.

Dentro do universo dos pequenos negócios, o setor da economia que mais contratou em outubro foi o comércio (41 mil), seguido por serviços (32 mil) e indústria, que apresentou o melhor resultado dos últimos três anos (14 mil). “As festas de fim de ano devem manter um ritmo forte de contratações tanto no Comércio, que precisa vender, quanto na Indústria, que tem de aumentar sua produção para atender à demanda dos outros setores”, ressalta Barretto.

A Região Sudeste foi a que teve o melhor resultado do país e foi responsável por 37,3% das novas vagas, seguida pelo Sul, com 26%, e pelo Nordeste, com 24%. As regiões Norte e Centro-Oeste foram responsáveis, respectivamente, por 7,1% e 5,6% dos novos postos de trabalho. Pela segunda vez consecutiva, o estado de São Paulo liderou a geração de empregos, com a criação de 19,4 mil vagas. Logo depois vem o Rio de Janeiro, com 11,6 mil, e o Rio Grande do Sul, com 10,8 mil.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »