Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Ministério da Fazenda » Cide dos combustíveis pode voltar em 2014

Correio Braziliense

Publicação: 03/12/2013 10:37 Atualização:

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse ontem (2) que a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), usada até bem pouco tempo pelo governo para conter o repasse da alta dos combustíveis aos consumidores, poderá voltar em 2014, se o custo de vida estiver sob controle. “A Cide voltará quando a inflação estiver contida, em um patamar mais confortável, abaixo dos níveis atuais”, afirmou.

Segundo Mantega, se a Cide não tivesse sido zerada nos últimos reajustes dos combustíveis, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que se mantém próximo do teto da meta, de 6,5%, há cinco anos, teria disparado. “Em momento oportuno, podemos voltar com a Cide. Seria um problema de inflação se ela (a contribuição) não fosse zerada”, disse. Com os mais recentes aumentos da gasolina e do diesel, a União abriu mão de R$ 12 bilhões em receitas anuais ao zerar o tributo e, assim, segurar a carestia.

Diante da desconfiança que ronda o empresariado, com os quais se encontrou em São Paulo, o ministro assegurou que o controle da inflação será a prioridade máxima do governo. Em relação ao fato de alguns postos de combustíveis empurrarem aumentos acima de 5% na gasolina, acima dos 4% dados nas refinarias, Mantega foi comedido. “Não sei qual é a situação. O mercado vai se reajustar, pois é competitivo. O impacto nos preços da gasolina (na bomba) deve ser de 2% a 2,5%”, disse.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »