Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Petrobras » Economistas criticam uso do combustível para manter inflação sob controle

Agência O Globo

Publicação: 02/12/2013 16:15 Atualização:

Economistas criticaram nesta segunda-feira (2) o controle do governo sobre o preço do combustível como instrumento para atingir a meta de inflação. Ao participarem do seminário %u201CReavaliação do Risco Brasil%u201D, na sede da Firjan, defenderam ainda que o caixa da Petrobras precisa ser preservado.

"O governo precisa ter a coragem de resolver (essa defasagem da gasolina) e não é a conta-gotas", afirmou o diretor do Centro de Economia Mundial da Fundação Getulio Vargas e ex-presidente do Banco Central, Carlos Langoni.

Na última sexta-feira, a Petrobras anunciou um reajuste de 4% da gasolina e de 8% do óleo diesel nas refinarias, após longas negociações com o governo.

O presidente da Firjan, Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira, também condenou a prática. Ele lembrou que o congelamento de preços do combustível afeta a receita da Petrobras. "Achamos um absurdo o governo, como controlador, usar a Petrobras para controlar preços."

A presidente da Standard & Poor's (S&P;) no Brasil, Regina Nunes, sugeriu que a manutenção do preço do combustível não pode ser um instrumento para controlar a inflação. "Não pode estressar alguns setores para manter a inflação na meta. A conta sempre chega uma hora", disse Regina.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »