Cachorrinho Se você é fã do Snoopy, vai curtir a história do Zero Vírgula O cãozinho foi o antigo mascote do Diario de Pernambuco

Por: Júlio Cavani - Diario de Pernambuco

Publicado em: 23/01/2016 15:36 Atualizado em: 23/01/2016 15:59

O cãozinho Zero Vírgula aparecia em histórias em quadrinhos e também em passatempos. Imagem: Cavani Rosas/DP/Arquivo
O cãozinho Zero Vírgula aparecia em histórias em quadrinhos e também em passatempos. Imagem: Cavani Rosas/DP/Arquivo

Snoopy, o cachorrinho que está em cartaz agora nos cinemas, tem um primo pernambucano chamado Zero Vírgula. Ele vivia nas páginas do Diario de Pernambuco entre 1971 e 1973, quando o Diarinho ainda nem existia, há 45 anos. Naquela época, o jornal tinha um caderno infantil chamado Júnior, cheio de histórias em quadrinhos, jogos, reportagens e curiosidades. O personagem foi criado pelo desenhista recifense Cavani Rosas.

Assim como Snoopy, Zero Vírgula tinha o corpo branco e as orelhas pretas, mas era mais gordinho e sabia falar. As crianças que o conheceram já viraram adultos. Cavani, que hoje tem 63 anos de idade, tinha 19 quando o criou.

Zero Vírgula aparecia em histórias em quadrinhos e também em passatempos, como labirintos, figuras para colorir, brincadeiras de ligar os pontinhos e jogos dos oito erros (na verdade, dez erros). As historinhas e atividades eram desenhadas para crianças de todas as idades e tinham mensagens de paz. Às vezes, o bicho fugia do caderno Júnior e aparecia também em outras páginas do jornal, como se fosse um mascote fofinho do Diario.

O personagem andava sempre com uma turma de amigos, crianças e animais. Gostava de surfar, empinar pipas, soltar fogos no São João, fazer bolhas de sabão e fofocar. Por causa dos seus olhos, que sempre ficavam meio fechados, ele parecia estar sempre meio relaxado. Cavani pretende lançar um livro infantil com novos e antigos desenhos do Zero Vírgula, mas é um projeto para o futuro, que ainda não tem data de lançamento definida. Será que um dia ele também vai aparecer num filme?

* Júlio Cavani é repórter do Diario de Pernambuco e é filho de Cavani Rosas

+ o criador
Ricardo Cavani Rosas, o artista que desenhava o cachorrinho Zero Vírgula, é desenhista, pintor e escultor. Ele faz obras de arte e histórias em quadrinhos para adultos e também para crianças. No Recife, esculturas e quadros dele podem ser vistos na Galeria Suassuna, na Praça de Casa Forte. Suas estátuas também estão nas entradas de vários prédios da cidade e em lugares como o Shopping Recife (um caboclo de lança perto da saída dos cinemas) e o Instituto Ricardo Brennand (um conjunto de anjos no telhado de uma igreja). Cavani também fez os monumentos em homenagem ao maracatu rural que estão no Parque dos Lanceiros, em Nazaré da Mata, no interior do estado. Seus desenhos também já foram usados em materiais educativos do museu Espaço Ciência.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.