Não sabe o que fazer nestas férias? A gente te ensina algumas brincadeiras Queimado, sete cortes, batata quente e barrinha são algumas das opções para brincar com os amigos

Por: Katarina Bandeira

Publicado em: 09/01/2016 10:00 Atualizado em: 04/01/2016 18:40

Foto: Roberto Ramos/DP/D.A Press
Foto: Roberto Ramos/DP/D.A Press

Grande ou pequena. Leve ou mais pesada. A verdade é que a bola é um dos brinquedos mais versáteis para se divertir ao ar livre. Com ela, é possível brincar sozinho, com um amigo ou em grupo. E já que janeiro chegou (e com ele as férias escolares), é hora de começar a procurar o que fazer para gastar as energias nas manhãs e tardes livres.

E as possibilidades com a redonda são infinitas. De acordo com a professora de educação física Silvana Souza Leão, brincadeiras com bola são importantes porque incentivam a atividade física. “Os esportes fazem bem para o corpo e ainda ajudam a desenvolver as habilidades motoras”, explica. Ela dá dicas do que é possível fazer com o brinquedo em mãos. “Você pode fazer jogos esportivos, como vôlei, futebol, basquete e boliche ou optar por jogos populares como queimado (com uma ou duas bolas), sete cortes, batata quente e até sete pedras”, adianta.
E não precisam ser apenas bolas grandes. As bolinhas também entram no hall da brincadeira com os jogos de bolinhas de gude, ping-pong e frescobol, mas essas últimas precisam de raquetes específicas para a brincadeira. Parques, ruas fechadas para os carros, clubes, quadra do prédio e até em quintais de casa. Tudo é cenário para a diversão. “São brincadeiras que eram do meu tempo. Hoje quase ninguém brinca. Mas são ótimas para a criança nçao ficar parada no sofá”, afirma.

Confira as regras de algumas brincadeiras


Queimado
Dois times são dividos em uma quadras. Cada um fica com a metade do espaço. O objetivo principal é jogar a bola em alguma parte do corpo do adversário sem que ele consiga segurar. A equipe que “queimar” todo o time concorrente ganha o jogo.

Sete cortes
As crianças ficam em círculos jogando a bola uma para outra como em passes de vôlei. Quando a bola vai ao ar começa a contagem que ao chegar no sétimo toque recebe um pancada mais forte. O objetivo é acertar algumas das pessoas no círculo para que uma a uma elas sejam eliminadas do jogo.

Batata quente
Os participantes fazem um círculo e cantam uma música, passando a bola rapidamente de um para o outro. Quando a música acabar, quem estiver com a bola nas mãos sai do círculo. Se a bola cair no chão, a canção é reiniciada, até que não sobre mais ninguém.

Sete pedras
Um grupo se reúne e escolhe um nome para cada amigo, de acordo com um tema estabelecido (todos podem ter nomes de fruta, por exemplo). Um participante é escolhido para jogar a bola para cima e dizer um nome escolhido dentre os outros do grupo e sair correndo. Aquele que teve o nome anunciado corre e pega a bola grintado “STOP”. Todos param e o que esta com a bola dá sete passos em direção aos demais participantes tentando acertar o mais próximo com a bola. Se ele conseguir, a “vítima” sai do jogo. Caso não, quem atirou a bola é que sai.

Barrinha
Dois times jogam um contra o outro. É como um jogo de futebol, mas no meio da rua ou em um campinho. Basta ter sandálias para fazer de barra e conseguir o máximo de gol no time adversário. Geralmente, os times são pequenos e as partidas duram em torno de 15 minutos para dar chance de todo mundo brincar, mas podem se estender por quanto tempo a diversão quiser durar.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.