Viagem Já foi para a Disney? Confira algumas curiosidades dos parques O Walt Disney World, complexo de diversão mais visitado do mundo, comemora 15 anos em 2016. O Diarinho esteve por lá e conta algumas curiosidades dos seis parques temáticos

Por: Diogo Carvalho

Publicado em: 28/11/2015 08:55 Atualizado em: 27/11/2015 18:25

Como a gente já adiantou, o Walt Disney World, em Orlando (EUA), vai ganhar pelo menos mais cinco novas áreas temáticas nos próximos meses: uma atração do filme Frozen no pavilhão da Noruega, no Epcot; uma do Toy Story, uma do Star Wars e outra do Carros, no Hollywood Studios; e uma do filme Avatar, no Animal Kingdom. Até que elas sejam inauguradas, o que não falta é diversão nos seis parques. Confira!

PARQUES

Animal Kingdom

O Animal Kingdom, como o próprio nome já diz, é o parque dos bichos. É nele que rola o famoso musical do Rei Leão. A atração mais disputada é o Kilimanjaro Safari, onde os turistas entram num carro, com destino à África, com elefantes, girafas, zebras e leões. Em breve, haverá um passeio noturno, para ver como esses animais se comportam no escuro. É nele também que tem a montanha-russa do Pé Grande, a mais radical da Disney, já que anda de costas. A Árvore da Vida, símbolo do parque, tem 103 mil folhas nos e 300 animais esculpidos.

Magic Kingdom

É o maior e mais famoso parque da Disney. É nele que estão os castelos da Cinderela e da Fera, o espaço do Dumbo, do Aladdin e de tantos outros filmes adorados. Entre as atrações imperdíveis, a Mansão Assombrada, as montanhas-russas Space e dos Sete Anões, a Splash Mountain (inspirado no filme não tão conhecido A canção do Sul) e o jogo do Buzz Lightyear. Uma dica para não perder tempo nas filas, é agendar os horários dos brinquedos com o Fast Pass, que é gratuito (consulte o site da Disney). É neste parque também que ocorrem dois desfiles diários: um à tarde e outro à noite.

Hollywood Studios

É o menor parque, mas também o mais legal. Brinquedos não são muitos: a montanha-russa do Aerosmith e a Holllywood Tower (o elevador assombrado) são os melhores. É nele que são realizados os principais shows da Disney - musicais (A bela e a fera e A pequena sereia), efeitos especiais (Indiana Jones) e cenas de perseguições de carros, com filmes de ação. O cinema 3D dos Muppets e a área da Pixar (com Toy Story) também são muito disputadas. Durante o dia, rola sempre um teatrinho de rua e simulações de gravações. Quando a gente esteve por lá, a grande estrela era o boneco de neve Olaf.

Epcot

Quando este parque foi criado, Walt Disney queria que ele fosse uma espécie de mundo tecnológico, onde os visitantes imaginassem como seria o futuro. No grande globo (símbolo do local), uma viagem pela comunicação (com direito a áudio em português). Por ali, também tem um simulador de voo da Nasa (radical) e um test-drive de automóveis. Do outro lado do Epcot está a área mais encanta os adultos. Nos pavilhões de 11 países, é possível dar uma volta ao mundo em uma tarde. Estão lá a Torre Eiffel (França), uma pirâmide maia (México), a arquitetura do Marrocos e até templos do Japão e da China.

Muita água

A Disney tem dois parques aquáticos. O Blizzard Beach (mais novo e menor) simula uma estação de esqui, com vários toboáguas. Já o Typhoon Lagoon simula uma cidade atingida por um tsunami. Não por acaso, sua principal atração é a piscina de ondas (uma das maiores do mundo), que foi planejada para as pessoas poderem surfar nela. No Typhoon também tem um conjunto legal de toboáguas para descer com boias. Mas o mais bacana talvez seja a chance de poder mergulhar com peixes, arraias e (sem medo) tubarões! A atração, estimula o contato da criançada com a vida aquática.

DICAS

Onde ficar
Sabia que somando todos os 35 resorts da Disney existem quase 28 mil quartos nos parques? No ano que vem, serão inaugurados mais dois hotéis - somando mais 500 quartos. A gente visitou alguns desses resorts, como os luxuosos Boardwalk Inn e o Gran Floridian. Mas tem uns mais baratos e muito mais divertidos. O nosso favorito foi o Art of Animation, que é dividido em quatro áreas: Rei Leão (que fica no meio de uma savana da África), Carros (numa pista de corrida) e o mundo aquático da Pequena Sereia e de Procurando Nemo. Na piscina do peixinho, dá até para ouvir a Dory conversando debaixo d’água! Os quartos também têm decoração temática bem divertida. No do filme Carros, as luzes se acendem quando o hóspede pisa no chão (afinal, carros não têm mãos para apertar o interruptor, não é?).

Pulseira mágica
Recentemente, os visitantes da Disney ganham uma pulseira logo que chegam no complexo de parques. É a Magic Band, uma espécie de “faz-tudo”. Ela pode ser usada para entrar nos parques, como acesso para os brinquedos, abrir e fechar portas dos quartos dos hotéis e até fazer compras. Tudo fica registrado na sua conta que pode ser acessada na internet ou pelo aplicativo do Walt Disney World. É prática, porque você não precisa nem levar dinheiro ou cartão no bolso. Ainda dá para decorar com uns broches que são vendidos nas lojas dos parques.

Fome
Juntos, os parques e hotéis da Disney contam com mais de 350 restaurantes. Em alguns deles, você pode tomar café da manhã com seus personagens favoritos. No Animal Kingdom, por exemplo, Mickey, Pateta e Donald te convidam para fazer a dança da chuva. No Palácio de Cristal (Magic Kingdom), dá para provar panquecas e lasanha de frutas com a turma da Ursinha Pooh (sabia que ela é mulher, né?). No Epcot, você encontra comidas de todas as partes do mundo, nos pavilhões dos países. No jantar, espaço mais disputado é no Castelo da Fera, o restaurante Be our guest. Para muitos deles, é preciso fazer a reserva com antecedência pelo site disneyworld.disney.go.com.

Fogos
Três parques da Disney terminam suas programações diárias com espetáculos de fogos de artifício. O mais incrível dele é o Fantasmic, no Hollywood Studios, conduzido pelo Michey Mágico (do filme Fantasia). Mais de 50 personagens participam do show, que tem uma parte especial com os vilões, com destaque para Malévola. No Epcot, o Illuminations conta também com um balé no lago para contar a origem do planeta. O mais famoso, no entanto, é o Wishes, que acontece com projeções nas paredes do Castelo da Cinderela (Magic Kingdom). Todos duram entre 15 e 30 minutos.


+Curiosidades

Sabia que é proibido entrar nos parques com o famoso “pau de selfie”. É para evitar que você fique muito empolgado na hora de tirar uma foto e machuque um visitante.

Nos parques, existem latas de lixo a cada 30 passos. Tudo que é jogado fora vai para túneis subterrâneos, onde uma equipe os recolhe. Por isso a Disney está sempre limpa.

Na Disney, você vai encontrar picolés, pirolitos, chocolates, mas nunca chicletes para vender. Isso é para evitar que alguém grude a goma no chão ou nos brinquedos.



COMO CHEGAR
A gente viajou para Orlando, na Flórida, direto do Aeroporto do Recife, com a Copa Airlines. A empresa tem voos todos os domingos, segundas, terças e sextas-feiras, saindo à 1h30 e chegando ao meio-dia nos Estados Unidos, com uma paradinha rápida na Cidade do Panamá (América Central). Os voos de volta são nos domingos, segundas, quintas e sábados, saindo de Orlando às 11h30.


* O jornalista viajou a convite da Walt Disney Company e da Copa Airlines

TAGS:

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.