Especial Descubra como se tornar um grande músico Contamos a história de crianças que despertaram para esse talento desde cedo e os lugares onde você pode aprender

Por: Katarina Bandeira

Publicado em: 21/11/2015 10:00 Atualizado em: 20/11/2015 18:47


O batuque rápido da bateria, a melodia doce da flauta ou as cordas de um violino. Os instrumentos podem fazer tudo isso ao serem estimulados a produzir música. Mas eles não fazem nada sozinhos. Quem fica por trás no manejo desses objetos é um profissional muito querido e respeitado por onde passa. Amanhã (22 de novembro), será comemorado o Dia Nacional do Músico, que pode ser tanto um adulto quanto uma criança. Aqui em Pernambuco, há locais que estimulam a escolha da carreira carreira musical.

Foi a paixão pela música que levou as irmãs Pamela (10) e Paloma Gomes (9), a começarem a estudar. Inspiradas pelo pai, Fernando, que toca saxofone, as meninas frequentam o Conservatório de Música de Olinda há cerca de dois anos e já escolheram seus instrumentos favoritos. Pamela quer seguir os passos da família e aprende saxofone, já Paloma preferiu o dedilhado do piano clássico, onde ela executa até músicas dos Beatles. “Eu gosto do jeito como as pessoas tocam os instrumentos”, diz a mais nova, que sonha poder se apresentar no exterior no futuro. Elas estudam de três a quatro horas por dia e frequentam as aulas do conservatório pelo menos duas vezes por semana.

Quem já teve a oportunidade de tocar fora do país foi Luan Lucena, de 12 anos. Há sete, ele participa da Orquestra Criança Cidadã do Recife e já viajou para Portugal e Itália – onde se apresentou para o papa Francisco. “Sempre tive paixão pelo violino. Conheci o projeto porque via os alunos sempre passando com os instrumentos e achava bonito, então pedi para minha mãe me inscrever”, conta o garoto, que garante não ter ficado nervoso ao tocar para o papa por já estar acostumado com as apresentações.

Luan defende que é muito importante para as crianças participarem de atividades musicais. “A música muda muito a pessoa. Principalmente quando é de comunidade pobre. A pessoa fica mais educada, aprende outras culturas”. No Recife, o projeto atende 230 crianças, todas da comunidade do Coque.

+CURIOSIDADES
Uma das primeiras lições nas aulas de música é a escala musical. Ela é composta por sete notas principais - Dó, Ré, Mi, Fá, Sol, Lá, Si.

Não há registros de quando exatamente começou a música. Desde a pré-história, o homem já imita sons da natureza para se comunicar.

O projeto Orquestra Criança Cidadã atende ao todo 330 crianças, sendo 230 no Recife e 100 em Ipojuca. Para participar, os interessados fazem um teste de português, matemática e aptidão musical.

Para estudar no Conservatório de Música de Olinda, tem que saber ler e escrever e ter a partir de 6 anos. É preciso levar a documentação completa e a mensalidade custa R$ 40.

+ONDE ESTUDAR

Conservatório Pernambucano de Música
Endereço: Av. João de Barros, 594 – Santo Amaro, Recife
Telefone: 3423-0718

Conservatório de Música de Olinda
Endereço: Av. Pan Nordestina, Olinda
Telefone: 3241-5065

Orquestra Criança Cidadã
Endereço: Rua General Estilac Leal, 439, Quartel do Cabanga, Recife
Telefone: 3428-7600

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.