• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Música O nosso rock!

Publicado em: 02/02/2015 10:13 Atualizado em:

A Jovem Guarda, da esquerda para direita: Roberto Carlos, Wanderléa e Erasmo Carlos. (Reprodução)
A Jovem Guarda, da esquerda para direita: Roberto Carlos, Wanderléa e Erasmo Carlos.

 

Você sabe como o rock chegou ao Brasil? Nosso país também criou um estilo próprio do gênero musical. Nos anos 50, por meio de orquestras de baile e cantores populares, o rock começou a tocar em rádios e aparecer na televisão. E nesse momento, começou a surgir os primeiro cantores, como Sérgio Murillo e Celly Campello. Na década de 60, o ritmo ganhou força e conquistou a juventude com o movimento Jovem Guarda. Centrado em Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa, o estilo conseguiu espaço em programas de TV e produziu vários discos. No final da mesma década, surgiu o Tropicalismo, com Caetano Veloso, Gilberto Gil, Tom Zé e mais. Esse movimento introduziu a guitarra no estilo MPB e se inseriu na política do Brasil.

E nos anos 70? O gênero cria uma identidade. Surge Raul Seixas, um dos principais roqueiros do país, além de outros grupos que se revelam, como Bixo de Seda, Secos & Molhados e Som Imaginário. A década de 80 é recheada de bons músicos e é nesse momento que se consagra o rock nacional. Surge o grupo Blitz, com grande sucesso, Barão Vermelho, Kid Abelha, Paralamas do Sucesso, Legião Urbana, Titãs e mais! Nessa fase, também acontece a união da MPB com o estilo pop internacional, surgindo Lulu Santos, Ritchie, e Lobão, por exemplo. Nos anos 90, nascem grupos que cantam em inglês, como Sepultura e Viper.



TAGS:

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.