• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Curiosidades O que acontece quando envelhecemos?

Por: Gabriel Catunda

Publicado em: 27/11/2013 11:27 Atualizado em:

Ninguém sabe em detalhes o que vai acontecer. Por isso, o mais certo a dizer é que você vai passar pelo mesmo processo que outros seres humanos.

O envelhecimento é parte do nosso desenvolvimento. E, a medida em que ele acontece, deixa sinais no corpo. Perdemos massa muscular e cerebral, há uma diminuição de quatro dos cinco sentidos: visão, audição, olfato e paladar. A pele perde elasticidade, o que a deixa com mais rusgas e manchas.

Outro exemplo é que, com o avanço da idade, o corpo perde massa óssea, ou seja, ficamos vulneráveis a osteoporose, pois os ossos ficam quebradiços e propensos a sofrer fraturas.

Cabelos: células na base dos pêlos deixam de produzir pigmentos, então cabelos e pêlos ficam branquinhos. Sem contar que muitos homens ficam calvos.

Coluna: os chamados discos intervertebrais encolhem. Isso explica por que as costas se curvam para a frente.

Peso: como o metabolismo diminui, devemos praticar atividades físicas regularmente, pois assim, poderemos não ganhar uma massa extra na barriga.

Juntas: o velho jargão, “Junta tudo e joga fora” não deve ser levado a sério. Com a chegada da terceira idade as articulações se desgastam e os movimentos ficam mais duros, por isso, para não ficar entrevado, devemos realizar alongamentos diários.

Pele: o uso de cremes e hidratantes é cada vez maior entre homens e mulheres. A denominação para quem é muito vaidoso é: metrossexual. Pois, a grande preocupação dessas pessoas é evitar que a pele perca elasticidade com o passar dos anos e, com isso, apareçam rusgas.

Nariz: a cartilagem das orelhas e do nariz continua crescendo. Assim, com o avanço da idade, orelhas e nariz podem parecer maiores do que eram em relação a outras partes do rosto.

Olhos: o cristalino, a lente do olho, enrijece. Assim, os músculos do olho têm dificuldade para atuar sobre ela. Então, fica mais difícil focar os objetos.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.