• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Diversão Brincadeiras de roda

Publicado em: 16/09/2013 11:51 Atualizado em: 16/09/2013 12:02

 (Alcione Ferreira/DP/D.A. Press )
Existem muitas maneiras de passar uma tarde divertida e juntar muitos amigos. Antigamente era muito comum as crianças se reunirem para brincar de cantigas de roda durante as tardes. Elas são parte do folclore brasileiro, e durante muito tempo divertiram várias gerações, como a de muitos pais. No entanto, hoje estão sendo um pouco esquecidas.

As cantigas são brincadeiras em que as crianças se dão as mãos, formam um círculo e cantam melodias juntas, podendo ou não serem acompanhadas por coreografias baseadas na história da música. Com letras e ritmos simples, as canções envolvem até alguns trava-línguas.

As brincadeiras de roda são importante elemento de diversão, pois ajudam a sociabilizar as crianças e auxiliam no desenvolvimento da expressão corporal. São também importantes para a integração e o lazer infantil.

Por serem repassadas de geração em geração, não se sabe ao certo qual a origem das músicas e onde surgiram as brincadeiras feitas nas cantigas. Por isso é muito comum de um lugar para outro existirem diferenças nas letras de algumas canções.

Uma das cantigas de roda mais conhecidas e cantadas em todo o Brasil é a "Ciranda, Cirandinha":

Ciranda, cirandinha
Vamos todos cirandar.
Vamos dar a meia volta,
Volta e meia vamos dar.

O anel que tu me deste
Era vidro e se quebrou.
O amor que tu me tinhas
Era pouco e se acabou.

Este par não é o meu.
Este par está trocado.
O meu está de azul,
Este está de encarnado.

Outras muito famosas são "Atirei o pau no gato", "Escravos de Jó" e "Pirulito que bate, bate". E você, já ouviu ou brincou com alguma delas?

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.