• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Tecnologia PET-Informática lança campanha pela consciência ambiental

Por: Gabriel Catunda

Publicado em: 13/08/2013 09:59 Atualizado em:

Peças de computador fora de uso? Que tal passa-las à frente? Esta é a ideia da nova campanha do PET-Informática, do Centro de Informática (CIn) da UFPE. O objetivo da Campanha de Conscientização Ambiental é de recolher peças de hardware fora de uso e doá-las para o Espaço Criança, incentivando a inclusão digital na Associação, que atende cerca de 100 crianças carentes na comunidade dos Coelhos. As doações serão recolhidas entre os dias 12 e 16 de agosto no CIn e no Centro de Ciências Exatas e da Natureza (CCEN) da UFPE. As peças, apesar de fora de uso, precisam estar em boas condições para o reaproveitamento.  Quem quiser participar, pode entrar em contato com os organizadores pelo e-mail petcomputacao-l@cin.ufpe.br.

De acordo com Marina Haack, uma das organizadoras do evento, assim que todo o material for coletado, duas pessoas irão testar todas as peças que foram doadas para entregar as que estão funcionando. “Nós estávamos pensando em fazer essa campanha de consciência ambiental mais no sentido de reciclagem e coincidentemente uma semana depois o Espaço Criança entrou em contato com a gente dizendo que gostaria de fazer essa campanha e precisava de nossa ajuda. Juntamos uma ideia com a outra e deu nisso”, explica Mariana.

O destaque do evento é poder oferecer a oportunidade de crianças carentes obterem inclusão digital. "Estamos com um projeto de fazer um trabalho de inclusão digital voltada a algum ofício como aprender programas de escritório, para que jovens que têm de sair da instituição por conta do limite de idade possam aprender algo para se tornar Menor Aprendiz em empresas", destaca Mariana Haack.

Além do incentivo dos jovens no mercado de trabalho, o projeto contribui para reciclagem de material eletrônico. A estimativa é de que, no mundo, 40 milhões de toneladas de lixo eletrônico são produzidas por ano.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.