Internacional - Manifestação Milhares de pessoas protestam em Montreal por mais liberdade de expressão

Publicado em: 27/05/2012 18:58 Atualizado em:

 

Uma animada caravana com cerca de 10 mil pessoas tomou neste sábado as ruas de Montreal (Quebec, sudeste do Canadá), com algumas pessoas a pé e outras de bicicleta ou patins, fazendo barulho com panelas, sirenes e apitos para exigir mais liberdade de expressão.

Alguns dos manifestantes seguravam bandeiras de Quebec, outros, bandeiras vermelhas e cartazes nos quais denunciavam a adoção pelo governo de Quebec de uma lei especial que limita o direito a fazer manifestações.

O principal objetivo desta lei, ratificada na semana passada, é apaziguar um movimento estudantil que começou no fim de janeiro contra a alta nas taxas de matrículas nas universidades.

O texto proíbe qualquer conglomeração a menos de 50 metros das universidades e obriga a informar a polícia com "ao menos 8 horas de antecedência" sobre qualquer manifestação, prevendo fortes multas para os que não respeitarem as novas regras.

As autoridades utilizaram a lei especial para classificar os protestos como ilegais, o que facilita as prisões e a dispersão das massas.

O protesto deste sábado também foi imediatamente declarado como ilegal por parte da polícia, que não foi informada sobre o itinerário. No entanto, a caravana - vigiada de perto - pôde seguir seu curso e o único detido foi um motorista furioso por ficar preso na manifestação.

Da AFP Paris


©Copyright AFP© | Todos os direitos de reprodução e representação reservados. Clique aqui para maiores informações sobre as limitações e restrições ao uso.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.