cães Estudo mostra em que idade os cachorros são mais fofos O estudo foi conduzido usando uma série de fotos de filhotes em diferentes idades, desde as primeiras semanas de vida até a idade jovem adulta

Por: Agência Estado

Publicado em: 21/05/2018 23:04 Atualizado em: 21/05/2018 23:07

Foto: Facebook/Reprodução
Foto: Facebook/Reprodução

Um estudo publicado neste mês na revista científica Anthrozoos: A Multidisciplinary Journal of the Interactions of People and Animals mostrou que há uma idade em que os animais são considerados mais 'atrativos' para os humanos.

O estudo foi conduzido por Clive Wynne, professor de psicologia e diretor do Arizona State University, e mostra que os humanos costumam achar os cachorros mais fofos por volta das oito semanas de idade, época do desmame.

"Saiu exatamente como eu imaginava que sairia - que há sim uma idade em que a fofura é maximizada, e que essa idade é muito próxima da época em que as mães deixam de dar de mamar aos seus filhotes", disse Wynne.

"Isso poderia ser um sinal para nós sobre como os cães evoluíram para confiar nos cuidados humanos. Isso pode ser um cão nos mostrando como o vínculo entre humanos e cachorros não é apenas algo que achamos imensamente satisfatório, mas, para eles, é o fundamento absoluto de sua existência. Que sendo capazes de se conectarem conosco, encontrar um gancho emocional conosco é o que faz eles viverem".

O estudo foi conduzido usando uma série de fotos de filhotes em diferentes idades, desde as primeiras semanas de vida até a idade jovem adulta. Foram 51 estudantes universitários participantes, ranqueando o nível de 'atração' dos cães, que eram de três raças: foram Jack Russel, cane corso, e pastor branco suíço. Os resultados mostraram que os cães foram menos atrativos assim que nascem e esse nível crescia gradativamente até as dez semanas de vida, depois o nível caía.

Os cane corsos mostraram uma atração máxima de 6,3 semanas de idade, enquanto os Jack Russell terriers mostraram uma atração maior com 7,7 semanas e os pastores com 8,3 semanas de idade.

"Por volta da sétima ou oitava semana, assim que sua mãe os deixam para que eles sigam suas próprias vidas, é exatamente quando eles ficam mais atrativos para os humanos", disse Wynne.

O pesquisador ressalta, porém, que os humanos não param de amar seus cães conforme eles crescem. "O ponto das oito semanas é apenas o período onde a conexão é maior, a habilidade do animal de conquistar nosso interesse é maior. Mas, tendo conquistado nossa afeição, nós continuamos a amá-los durante toda a vida", comenta.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.