• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
EUA Chocolate com alto teor de cacau reduz estresse e aumenta imunidade Esta é a primeira vez que o efeito foi estudado em seres humanos para determinar como o fruto pode auxiliar a saúde cognitiva, endócrina e cardiovascular

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 27/04/2018 21:22 Atualizado em: 27/04/2018 21:55

Foto: Reprodução/Internet (Reprodução/Internet)
Foto: Reprodução/Internet

Uma boa notícia para os 'chocólatras' de plantão. Pesquisadores da Universidade Loma Linda, nos Estados Unidos, chegaram à conclusão que chocolate preto com alta concentração de cacau possui efeitos positivos para o corpo humano. 

Os estudos foram apresentados no encontro anual Experimental Biology 2018, que é realizado em San Diego, na Califórnia. Resultados indicaram que chocolates com 70% de cacau (no mínimo) amenizam os níveis de estresse, inflamação, humor, memória e aumentam a imunidade. 

Outras pesquisas já confirmaram que o cacau é uma importante fonte de flavonóides, substâncias antioxidantes e anti-inflamatórias extremamente potentes à saúde cerebral. "Durante anos, analisamos a influência do chocolate amargo nas funções neurológicas do ponto de vista do teor de açúcar - quanto mais açúcar, mais felizes estamos", afirmou Lee S. Berk, pesquisador em psiconeuroimunologia e ciência de alimentos da Universidade de Loma Linda. 

No entanto, esta é a primeira vez que o efeito foi estudado em seres humanos para determinar como o fruto pode auxiliar a saúde cognitiva, endócrina e cardiovascular.

"Esta é a primeira vez que analisamos o impacto de grandes quantidades de cacau em doses tão pequenas quanto uma barra de chocolate de tamanho normal em humanos durante curtos ou longos períodos de tempo, e somos encorajados pelos resultados. Quanto maior a concentração de cacau, mais positivo é o impacto na cognição, memória, humor, imunidade e outros efeitos benéficos.", conclui Berk. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.