• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Estudo Vírus modificado poderá levar à vacina mais eficaz contra gripe A Organização Mundial da Saúde considera a gripe uma grande preocupação de saúde pública, porque a cada ano o vírus infecta cinco milhões de pessoas com doenças graves, causando mais de 650.000 mortes

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 18/01/2018 19:57 Atualizado em: 18/01/2018 20:04

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Experimentos com animais em laboratório mostraram sinais de que um vírus modificado geneticamente poderá ter sucesso como uma vacina mais eficaz contra a gripe, disseram pesquisadores nesta quinta-feira.

Os tratamentos em humanos ainda estão longe, mas o artigo publicado pela revista americana Science foi elogiado por especialistas, que o descrevem como promissor para dar o primeiro passo em direção a uma melhor prevenção da gripe.

A Organização Mundial da Saúde considera a gripe uma grande preocupação de saúde pública, porque a cada ano o vírus infecta cinco milhões de pessoas com doenças graves, causando mais de 650.000 mortes. 

"Visto que as variações dos vírus de gripes estacionais podem ser imprevisíveis, as vacinas que existem atualmente não são uma proteção eficaz contra eles", disse o autor Ren Sun, professor de farmacologia molecular e médica da Escola de Medicina David Geffen, da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA). 

"As pandemias anteriores e os surtos de gripe aviária recentes acenderam os alertas da necessidade de desenvolver vacinas que ofereçam uma proteção eficaz mais ampla".

Os cientistas chegaram a este novo enfoque estudando o genoma do vírus da gripe e encontraram oito lugares onde poderiam desativar suas funções de interferência-evasão, que influenciam na capacidade de um hóspede de combater a doença.

Os vírus regulares da gripe são conhecidos por sua habilidade para evadir o sistema imune, mas este vírus modificado mostrou sua "hipersensibilidade a um mecanismo de defesa imune primário do corpo", indicou o estudo.


TAGS: virus saude gripe

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.