• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Saúde Escolha de roupas afeta diretamente rendimento de exercício físico Muito além da estética, vestuário para atividades desportivas envolvem tecnologia e conforto para maximizar efeitos do exercício

Publicado em: 04/05/2017 16:45 Atualizado em: 04/05/2017 16:57

Roupas podem ser diferencial para alcançar objetivos com exercícios (Rafael Martins/DP)
Roupas podem ser diferencial para alcançar objetivos com exercícios
A prática de atividades físicas requer atenção especial para que cada momento de suor renda o máximo possível de bem-estar ao corpo. Nesse contexto, a roupa usada durante as atividades exerce influência muito maior do que se acredita nesse rendimento, sendo necessário considerar qual traje melhor se adequa a cada modalidade, o que vai muito além de apenas qual look fica mais bonito na frente do espelho.

Personal trainer Joana Barros recomenda roupas leves, que não sejam sequer sentidas pelo atleta (Rafael Martins/DP)
Personal trainer Joana Barros recomenda roupas leves, que não sejam sequer sentidas pelo atleta
A relação entre a produção de suor pelo corpo e o tecido que o recebe precisa ser observado. Isso porque vestimentas que atrapalham a transpiração prejudicam o resfriamento corporal. Nessa relação, os trajes precisam ter boa capacidade de absorção e secagem, para não gerar um peso maior durante a atividade, o que exigiria maior gasto energético, o que também vale para o excesso de roupas durante práticas desportivas. “As pessoas têm o costume de acreditar que suar muito é sinal de estar emagrecendo mais. Isso é perigoso, pois pode acarretar uma desidratação”, aponta professor de educação física da Universidade Federal de Pernambuco, Raphael Costa. Ele destaca ainda o conforto como ponto essencial na escolha do vestuário, que deve oferecer liberdade na mobilidade corporal para o exercício a ser praticado. “Roupas leves, que não tragam restrições ao movimentos, são ideais”, garante.
 
É justamente focando na funcionalidade das roupas voltadas para exercícios físicos que a marca pernambucana Pratadacasa garante espaço no mercado. A ideia é ofertar tecidos tecnológicos que tragam vantagens no desempenho, como os com uma maior compressão, voltados ao favorecimento da circulação sanguínea e a redução da sensação de fadiga. De acordo com a proprietária Andréa Albuquerque, há investimento também em modelos que possuam recortes e designs que promovem uma maior elasticidade e flexibilidade. “Leveza e adequação é o mais essencial que deve ser procurado nesse tipo de traje. Primeiro a saúde, depois a beleza”, defende.
 
Preocupação com vestuário deve contemplar tanto ambientes internos quanto externos, considerando a proteção ao corpo (Rafael Martins/DP)
Preocupação com vestuário deve contemplar tanto ambientes internos quanto externos, considerando a proteção ao corpo
A preocupação com o vestuário deve ser relevante tanto em prática de atividades em ambientes fechados quanto ao ar livre. De acordo com a personal trainer Joana Barros, uma boa escolha pode ser o diferencial do rendimento das atividades. Ela destaca que muitas vezes há a perda de atenção em algum exercício proposto quando o aluno usa roupas inadequadas, que acabam saindo do lugar. “É preciso que esquecer que você está com a roupa, ela não pode desviar sua atenção e atrapalhar seu rendimento”, recomenda. 
 
Para atividades externas, no entanto, é necessário ter preocupações extras, como roupas que promovam uma boa proteção solar, que impeçam a penetração de raios UV, em alguns casos, inclusive nas mangas. Mesmo que permita maior quantidade de roupas, em ambientes fechados, é necessário estar atento à aderência e adequação ao corpo, para evitar estiramentos. Somente após essas considerações, a estética entra na conta. Assim, o espelho não deve ser o meio principal de avaliar o look, que, para ser verdadeiramente impecável, deve também manter o corpo bem.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.