• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Medicina Começou hoje segunda fase do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos De acordo com o Inep, as cidades onde estão sendo realizados em sete cidades, incluindo Fortaleza e São Paulo

Por: Agência Brasil

Publicado em: 03/12/2016 19:03 Atualizado em: 03/12/2016 18:59

A segunda fase do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeiras (Revalida) ocorre neste final de semana, hoje (3) e amanhã (4). Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 2.295 participantes realizaram as inscrições para esta etapa e farão a avaliação de habilidades clínicas em sete cidades: Brasília (719 participantes), Curitiba (240), Fortaleza (242), Florianópolis (239), Porto Alegre (377), São Luiz (237) e São Paulo (241).

Conhecido pela dificuldade, o Revalida é um exame voltado para médicos formados em universidades estrangeiras que queiram atuar no Brasil. O teste tem, desde a sua criação, baixas taxas de aprovação. Em 2011, 12,13% dos participantes foram aprovados. Em 2012, a porcentagem caiu para 9,85% e, em 2013, para apenas 6,83%. Em 2014, os aprovados aumentaram para 32,62%. E em 2015, o exame alcançou a maior taxa de aprovação, 42,15% dos candidatos.

A segunda fase do Revalida tem dez estações, cada uma valendo dez pontos, nas quais, durante um intervalo de tempo determinado, os examinandos deverão realizar tarefas específicas. Serão considerados aprovados os que obtiverem, no mínimo, 56 de 100 pontos. O resultado final está previsto para sair no final de janeiro de 2017.

A primeira etapa do exame ocorreu no dia 11 de setembro. Cerca de 6,5 mil inscritos fizeram provas objetivas e discursivas e 2.308 foram aprovados. As inscrições para a segunda etapa ocorreram em outubro, com vagas limitadas para cada cidade.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.