OPERAÇÃO QUARTO ELEMENTO Policiais civis acusados de extorsão são alvos de operação no Rio

Por: Agência Brasil

Publicado em: 28/02/2019 09:43 Atualizado em:

Foto: Divulgação/MPRJ
Foto: Divulgação/MPRJ
A Corregedoria da Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro cumprem hoje (28) mandados de prisão preventiva contra quatro policiais civis acusados de extorsão. Entre os alvos está Flavio Pacca Castello Branco, que foi conselheiro de segurança pública durante a campanha eleitoral do governador fluminense, Wilson Witzel.

Os outros policiais denunciados por extorsão são Ricardo da Costa Canavarro, conhecido como Ricardinho, Helio Ferreira Machado e Thiago Bacelo Pereira.

De acordo com o Ministério Público, em 5 de julho de 2017, os quatro teriam ameaçado dois presos e exigido deles o pagamento de R$ 10 mil, dentro da Delegacia de Nova Iguaçu (52ª DP). As vítimas da extorsão policial haviam sido presas em flagrante por receptação e furto de energia.

Mas, em vez de autuá-las oficialmente, os agentes policiais praticaram a extorsão. As vítimas concordaram com o pagamento em duas parcelas, mas só pagaram a primeira.

Essa é a terceira fase da Operação Quarto Elemento, que já denunciou 48 pessoas, entre delegados de Polícia Civil, policiais civis, policiais militares, bombeiros militares, agente penitenciário e informantes, por práticas de crimes como organização criminosa, corrupção, usurpação de função pública, concussão e peculato, além de extorsão.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.