alta Empresária vítima de tentativa de feminicídio no Rio deixa hospital

Por: Agência Brasil

Publicado em: 22/02/2019 11:23 Atualizado em:

Elaine Caparróz foi espancada durante quatro horas por Vinícius Batista Serra, com quem havia se encontrado pela primeira vez na noite de sábado. Foto: Reprodução/Redes sociais
Elaine Caparróz foi espancada durante quatro horas por Vinícius Batista Serra, com quem havia se encontrado pela primeira vez na noite de sábado. Foto: Reprodução/Redes sociais
A empresária e paisagista Elaine Perez Caparroz, vítima de uma tentativa de feminicídio em seu apartamento, no Rio de Janeiro, deixou na manhã de hoje (22) o Hospital Casa de Portugal, onde estava internada desde o último dia 16. Ela permaneceu no centro de tratamento intensivo por dois dias e, durante a internação, além dos cuidados clínicos diários, passou por avaliações constantes das equipes de cirurgia facial, odontologia, oftalmologia e neurocirurgia.
Segundo o coordenador da equipe médica da Casa de Portugal, Hélio Primo, apesar de ainda ter hematomas diversos, principalmente no rosto, a paciente apresenta boas condições de saúde e, por isso, foi liberada.

A avaliação do médico é que levará de três a seis meses para que os hematomas regridam. Ele descartou, no entanto, a necessidade de que a paciente tenha que passar por cirurgias reparatórias.

De acordo com Primo, a paciente já consegue abrir parcialmente os olhos, embora tenha dificuldade de enxergar com a vista esquerda em função de um deslocamento de retina, o que, segundo ele, melhorará com o passar do tempo.

Prisão
A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) divulgou nota informando que Vinícius Batista Serra, acusado de agredir Elaine, que está detido em prisão preventiva por tentativa de feminicídio, foi transferido para o Hospital Penal Psiquiátrico Roberto Medeiros, no Complexo Penitenciário de Gericinó (Bangu), zona oeste da cidade, para avaliação psiquiátrica.

A nota da Seap informa ainda que ele está em “período de observação na unidade, sendo acompanhado por uma equipe médica”.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.