Violência Mulher espancada por 4 horas no Rio terá alta nesta sexta

Por: Agência Estado

Publicado em: 21/02/2019 21:00 Atualizado em:

Foto: Reprodução/Redes Sociais
Foto: Reprodução/Redes Sociais
A paisagista Elaine Caparroz, de 55 anos, terá alta do hospital Casa de Portugal, no centro do Rio, nesta sexta-feira, 22. De acordo com o último boletim médico, seu quadro de saúde é estável. Elaine foi espancada durante quatro horas, na madrugada de sábado pelo estudante de direito Vinícius Serra, de 27 anos. Os dois se conheciam há oito meses e trocavam mensagens por uma rede social.

O primeiro encontro entre os dois aconteceu na noite de sexta-feira, na casa de Elaine, na Barra da Tijuca, na zona oeste. Segundo o depoimento dela, ele acordou de madrugada e começou a agredi-la. Serra está preso por tentativa de feminicídio.

O cirurgião Ricardo Cavalcanti Ribeiro, chefe do setor de cirurgia plástica da Casa de Portugal, onde Elaine está internada, explicou que, numa segunda etapa do tratamento, serão determinadas as cirurgias necessárias para a reconstrução do rosto da empresária.

Elaine teve múltiplas fraturas nos ossos da face e seu rosto ainda está muito inchado. Depois que o edema facial ceder e houver a cicatrização das fraturas, os médicos poderão determinar as intervenções a serem feitas - um processo que pode durar até seis meses.

"A paciente saiu recentemente da UTI e segue passando por avaliações por uma equipe multidisciplinar do hospital. No momento, o mais importante é garantir que ela não corra nenhum risco e esteja apta para a realização de cirurgias reparadoras", explicou o médico, que também responde pela cirurgia plástica do Hospital Gafree e Guinle.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.