Caso MARIELLE FRANCO PF mira pessoas que estariam atrapalhando investigação da morte de Marielle

Por: Philipe Santos - Correio Braziliense

Publicado em: 21/02/2019 09:06 Atualizado em:

Oito mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos no Rio de Janeiro. Corporação diz que só atua no caso para identificar 'entraves e obstáculos'. Foto: Facebook/Reprodução
Oito mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos no Rio de Janeiro. Corporação diz que só atua no caso para identificar 'entraves e obstáculos'. Foto: Facebook/Reprodução
A Polícia Federal cumpre, na manhã desta quinta-feira (21/2), oito mandados de busca e apreensão, no Rio de Janeiro, contras pessoas que estariam atrapalhando as investigações dos assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista dela, Anderson Gomes.

De acordo com a PF, as medidas constituem fase intermediária de investigação de caráter sigiloso e foram autorizadas pela Justiça Estadual, após submetidas ao Ministério Público do Rio de Janeiro. "Em razão das circunstâncias do caso e necessidade efetiva de manutenção do sigilo das investigações em curso, não haverá qualquer manifestação da equipe encarregada dos trabalhos", diz em nota.

A PF também informou que as investigações a cargo da corporação se restringem "à identificação de entraves e obstáculos dirigidos à investigação dos crimes, estando a cargo dos órgãos de segurança do Estado do Rio de Janeiro a apuração da autoria, motivação e materialidade de tais eventos criminosos".


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.