minas gerais Moradores de área de barragens em Nova Lima e Ouro Preto serão retirados

Por: Estado de Minas

Publicado em: 20/02/2019 09:56 Atualizado em:

Complexo minerário de Vargem Grande, em Nova Lima, na Grande BH. Foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press
Complexo minerário de Vargem Grande, em Nova Lima, na Grande BH. Foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press
A Vale anunciou, nesta quarta-feira, a retirada de moradores de comunidades situadas na Zona de Autossalvamento (ZAS) da barragem a montante de Vargem Grande, que fica em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A mineradora ainda não informou quais são as comunidades atingidas. Na nota divulgada hoje, a empresa também diz que iniciou a preparação para realocação de moradores nas regiões de barragens em Ouro Preto, na Região Central de Minas.

Leia a nota na íntegra:
"A Vale informa que, dando continuidade ao processo de descomissionamento da barragem a montante de Vargem Grande, anunciado em 4 de fevereiro no Fato Relevante 'Vale informa sobre decisão de paralisação temporária das operações do Complexo de Vargem Grande', nesta quarta-feira (20/2), a Vale coordenará com as autoridades a realocação das pessoas situadas na Zona de Autossalvamento (ZAS) da referida barragem.

A Vale informa, também, que iniciou a preparação para a realocação das pessoas nas ZAS associadas ao descomissionamento das barragens Forquilha I, Forquilha II, Forquilha III e Grupo, que fazem parte das dez barragens a montante inativas remanescentes da Vale, conforme o plano de aceleração de descomissionamento anunciado no Fato Relevante 'Vale anuncia o descomissionamento de todas as suas barragens a montante' do dia 29 de janeiro.

Estas quatro barragens inativas estão localizadas no entorno da mina de Fábrica, cuja produção será mantida através do processamento a seco, com um impacto estimado de perda de aproximadamente 3 Mtpa em 2019.

No total, cerca de 75 pessoas que vivem próximas a cinco barragens devem deixar suas casas hoje de forma ordenada."


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.