minas gerais Jovem é vítima de estupro coletivo dentro de carro em Belo Horizonte

Por: João Henrique do Vale

Publicado em: 20/02/2019 09:20 Atualizado em:

Vítima seguia para centro de saúde quando foi abordada. Foto: Google Street View/Reprodução
Vítima seguia para centro de saúde quando foi abordada. Foto: Google Street View/Reprodução
A polícia está à procura de três homens suspeitos de participar do estupro de uma jovem, de 19 anos, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ao menos dois deles, segundo relatos da vítima, teriam participado dos abusos. A garota contou que seguia para um centro de saúde quando acabou abordada e foi obrigada a entrar no veículo, onde o crime aconteceu. A menina conta que reagiu e acabou agredida e jogada do veículo. O trio fugiu e ainda não foi encontrado. 

O crime aconteceu na tarde dessa segunda-feira. De acordo com o boletim de ocorrência, a jovem afirmou que saiu de casa para ir a um centro de saúde no Bairro Bernardo Monteiro. Quando estava na Rua Inês Glanzman de Almeida, esquina com Rua Coqueiros, notou a aproximação de um Gol. O veículo passou por ela e o passageiro do banco de trás abriu a porta. Segundo relatos da vítima, ele estava com um revólver e uma faca em mãos e o obrigou a entrar. 

De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher contou que o carro tinha os vidros escuros e o som estava alto. No veículo estavam três ocupantes, sendo dois nos bancos da frente, e um no de trás.  A jovem afirmou que o homem que estava na parte traseira tirou a camisa dela e a obrigou a fazer sexo oral nele. 

No registro policial, a jovem contou que o agressor estava com preservativos e tentou tirar as calças dela. Neste momento, diz que o atingiu com um chute e acabou sendo agredida. Um dos ocupantes que estavam no banco da frente, segundo relatos da menina, passou para o banco de trás e os dois homens passaram a cometer os abusos. 

Depois, a jovem afirma que acabou jogada do veículo. Uma viatura em patrulhamento foi abordada por populares que alertaram sobre o caso. A garota foi encaminhada para o Hospital Municipal de Contagem com lesões no rosto, barriga, perna e pescoço. Os militares fizeram buscas na região, mas não encontraram os suspeitos. 

Segundo a Polícia Civil, um inquérito policial foi instaurado para a investigação do caso.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.