DISTRITO FEDERAL Polícia Civil prende estelionatários que teriam lucrado R$ 800 mil contra idosos no DF

Por: Alan Rios

Publicado em: 13/02/2019 09:30 Atualizado em:

Quatro mulheres e três homens foram presos na operação. Foto: Reprodução/PCDF
Quatro mulheres e três homens foram presos na operação. Foto: Reprodução/PCDF
A Polícia Civil prendeu sete pessoas acusadas de estelionato contra idosos no Distrito Federal. Segundo as investigações, os suspeitos fazem parte de uma organização criminosa que teria lucrado cerca de R$ 800 mil com práticas ilícitas desde 2001. Para desarticular o grupo, a delegacia cumpriu mandados nas cidades de Ceilândia, Taguatinga, Águas Claras, Vicente Pires e Valparaíso (Goiás).

Além das sete prisões temporárias, foram expedidos ainda oito mandados busca e apreensão. A ação foi articulada pela Delegacia Especial de Repressão aos Crimes por Discriminação Racial, Religiosa ou por Orientação Sexual ou Contra a Pessoa Idosa ou com Deficiência (DECRIN/DPE), e a delegada-chefe da pasta, Angela Maria dos Santos, detalhou o caso.

"Esses crimes consistem em aplicar golpes simulando a venda de títulos de viagem, fazendo as vítimas acreditarem que estavam adquirindo títulos remidos de empresas de turismo com diárias cumulativas, que seriam capitalizadas e renderiam um valor muito alto com as vendas das cotas."

Na operação, os policiais apreendera ainda seis carros, um jet-ski, talões de cheques, pendrives, agendas com contatos de possíveis vítimas, procurações assinadas e uma máquina de cartão de crédito. A investigação continuará para identificar mais pessoas envolvidas com o grupo e encontrar mais vítimas dos criminosos. 

Até a manhã desta quarta-feira (13/2), 14 idosos haviam prestado depoimento do estelionato sofrido, mas Angela Maria acredita que mais pessoas possam procurar a delegacia ao decorrer da semana. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.