videogame Em game criado por brasileiros, passa de fase quem matar jornalista No jogo, o usuário assume o papel de um sniper que, em uma das fases, recebe como missão matar um jornalista que conseguiu documentos secretos de forma ilegal

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 21/11/2018 10:35 Atualizado em:

Foto: Divulgação/ Youtube
Foto: Divulgação/ Youtube
Um novo videogame criado por brasileiros tem gerado polêmica. No jogo Sniper 3D Assassin, cirado pela TFG — uma das maiores em jogos eletrônicos da América Latina —, o jogador deve matar um jornalista com informações privilegiadas para passar de fase. 

A trama do jogo coloca o jogador no papel de um atirador de elite que precisa combater o crime organizado no mundo. Na sétima fase do game, o sniper recebe a missão Breaking News, na qual o atirador precisa "eliminar" o jornalista que conseguiu informações secretas. "Um jornalista subornou um policial e vai pegar uma pasta dele, cheia de documentos confidenciais. Faça com que o nome dele (jornalista) saia nos obituários do jornal", lê-se na descrição da missão.
 
O jogo já foi baixado mais de 100 milhões de vezes por meio do Google Play e é o 6º mais baixado na Apple Store. O Correio tentou contato com a empresa desenvolvedora do jogo sem sucesso e está aberto ao pronunciamento da mesma.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.