Tropas Forças Armadas ficam em Roraima até dezembro O envio das tropas foi autorizado em agosto, após moradores de Pacaraima terem expulsado venezuelanos instalados em barracas e abrigos, inclusive ateando fogo em seus pertences

Por: AE

Publicado em: 30/10/2018 13:07 Atualizado em:

Foto: MAURO PIMENTEL / AFP
Foto: MAURO PIMENTEL / AFP
As Forças Armadas devem permanecer em Roraima até o final do ano para proteger instalações e atividades relacionadas ao acolhimento de refugiados. Decreto presidencial que prorroga o prazo do emprego das Forças na Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no estado foi publicado nesta quarta-feira (30) no Diário Oficial da União.

O envio das tropas foi autorizado em 28 de agosto, após moradores de Pacaraima, município que faz fronteira com a Venezuela, terem expulsado venezuelanos instalados em barracas e abrigos, inclusive ateando fogo em seus pertences. Esses atos teriam sido motivados pelo espancamento de um comerciante local por quatro venezuelanos.

O emprego da Forças Armadas no estado terá validade entre os dias 31 de outubro e 31 de dezembro, conforme prevê a portaria. Caberá ao ministro da Defesa definir como será a alocação dos meios disponíveis para o emprego do efetivo.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.