assédio Homem é preso após se masturbar e assediar passageira em avião PF prende passageiro em flagrante e responderá por importunação sexual. Companhia aérea repudia o ocorrido

Por: Estado de Minas

Publicado em: 27/10/2018 10:22 Atualizado em:

Aeroporto de Confins. Foto: Rodrigo Clemente/EM/D.A Press
Aeroporto de Confins. Foto: Rodrigo Clemente/EM/D.A Press

Um homem foi preso em um avião na noite desta quinta-feira (26) no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Federal, o homem teria se masturbado e assediado uma passageira num voo que tinha saído de Campinas/SP com destino à Confins/MG.

O homem, de 22 anos, natural de Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, teria abaixado as calças durante o voo, se masturbado e tentado beijar a passageira que viajava na poltrona ao lado da sua. Ele foi preso em flagrante pela Polícia Federal e encaminhado para a Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, Região Metropolitana.

Ele foi preso por importunação sexual assim que a aeronave aterrisou. Se condenado, ele poderá cumprir até 5 anos de reclusão.

Companhia Aérea
A Azul Linhas Aéreas Brasileiras esclareceu em nota que “repudia veementemente qualquer ofensa ou ato contra a dignidade de seus passageiros. O cliente em questão foi conduzido pela Polícia Federal e a companhia está à disposição das autoridades para contribuir com as investigações". 

Importunação Sexual
No mês passado, foi sancionada a lei que torna crime a importunação sexual, com pena prevista de um a cinco anos de prisão. A proposta ganhou força no Legislativo após casos de homens que se masturbaram e ejacularam em mulheres dentro de transporte público ganharem repercussão.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.