Rio de Janeiro Presos fazem motim e mantêm três reféns em Bangu 4 Segundo a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), os presos estavam na área técnica quando começou o motim

Por: AE

Publicado em: 26/10/2018 15:25 Atualizado em:

Foto: Reprodução / Twitter
Foto: Reprodução / Twitter
Três pessoas são mantidas reféns na tarde desta sexta-feira (26) no presídio Jonas Lopes de Carvalho, conhecido como Bangu 4, no Complexo de Gericinó, na zona oeste do Rio. Elas foram pegas durante um motim iniciado por presos na unidade.

Segundo a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), os presos estavam na área técnica de Bangu 4 quando começou o motim. A área fica fora das galerias onde estão instaladas as celas. Uma equipe de negociadores da Seap está no presídio. O Grupamento de Intervenção Tática (GIT) e o Serviço de Operações Especiais (SOE) já cercaram o local.

A Polícia Militar também foi acionada para cuidar da segurança externa do Complexo Penitenciário de Gericinó. A Defesa Civil, por sua vez, foi chamada "por medida preventiva". O espaço aéreo na região foi bloqueado.

Ainda de acordo com a Seap, o secretário de Estado de Administração Penitenciária, David Anthony, está em deslocamento para o local e ativou o Gabinete de Crise do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.