rio de janeiro Homem morre durante operação das Forças Armadas e PM no Rio A vítima chegou a se render aos Fuzileiros Navais depois de baleada, foi socorrida, mas não resistiu

Por: Agência Brasil

Publicado em: 17/10/2018 11:49 Atualizado em:

Foto: Marcelo Horn/GERJ
Foto: Marcelo Horn/GERJ
Um homem foi morto hoje (17) durante confronto com a Polícia Militar (PM), no Complexo do São Carlos, no centro do Rio de Janeiro. A troca de tiros aconteceu durante operação das Forças Armadas e da PM com objetivo de reestruturar a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade.

Segundo a assessoria do Comando Militar do Leste, o homem chegou a se render aos Fuzileiros Navais depois de baleado, foi socorrido e levado ao Hospital Souza Aguiar, mas não resistiu ao ferimento.

Ao todo, 1.200 militares das Forças Armadas e 100 policiais militares atuam na comunidade. Eles realizam o cerco do local, retirada de barricadas e o cumprimento de mandados. Os agentes também fazem revistas seletivas de pessoas e veículos.

UPP

A ação no Complexo do São Carlos faz parte da reestruturação das UPPs, proposta durante a intervenção federal na segurança pública no Rio de Janeiro. A UPP do São Carlos foi inaugurada em maio de 2011 e atendia às comunidades do São Carlos, Mineira, Zinco e Querosene. Essa foi a sexta unidade reformulada desde o início da intervenção, em fevereiro.

Até o fim do ano, segundo a Secretaria Estadual de Segurança, mais 13 UPPs devem ser extintas ou transformadas em companhias destacadas. O objetivo é reduzir o efetivo das unidades que patrulham essas comunidades e deslocar os policiais para outros locais do estado.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.